sábado, 4 de maio de 2013

O devido reconhecimento.


Como muitos amigos da Sampa Azul sabem, eu trabalho com marketing e comunicação. Dentre as empresas e ‘jobs’ que tive o prazer de atender, os mais legais e empolgantes certamente eram aqueles ligados ao futebol. 

Durante algum tempo, tive o privilégio de elaborar alguns trabalhos para o São Paulo FC, além de também ter participado de projetos de licenciamento esportivo para o G4 Aliança Paulista, uma inédita união dos 4 grandes clubes de São Paulo. 

Como torcedor apaixonado do Cruzeiro e também como profissional, era inevitável um olhar mais crítico sobre nosso time, talvez até alguma certa decepção com algumas ações de marketing que eram feitas pela Raposa, que poderiam ser melhores, mais bem aproveitadas. Cito, como exemplo, o extinto projeto de Confraria Celeste, que nunca chegou a São Paulo, apesar da imensa torcida que temos por aqui. 

Outras tantas vezes, movido por uma equação formada por 20% de olhar crítico / profissional e 80% de paixão, já fiz duras observações sobre os antigos moldes do nosso ‘sócio torcedor’, modelos de camisa, entre outros assuntos. Embora, diga-se de passagem, também fizesse elogios quando gostava de algo. (Mas as críticas realmente eram mais frequentes). 

Por tudo isto que expus acima, hoje eu me sinto com a obrigação de dedicar este texto para fazer justiça e tecer os devidos elogios para o marketing celeste. Elogios que faço como profissional da área e – acima de tudo – como torcedor ferrenho do nosso Cruzeiro. 

Parece que algo mudou no MKT com a chegada do Gilvan. Não convivo no clube, tão pouco tenho o privilégio de conhecer pessoalmente os profissionais que fazem parte do MKT celeste. Mas me parece claro que algo bom e forte aconteceu por alí. 

Não são poucas as ações que o Cruzeiro tem feito para estreitar o relacionamento com o torcedor. E todas elas foram feitas com muita criatividade, empenho e o resultado não poderia ter sido outro: um sucesso cada vez maior. 

Já no início do ano, os treinamentos e jogos treinos abertos ao público. Sempre com grande presença da torcida celeste e com ações de solidariedade em conjunto. 

Tivemos também a volta do Mineirão, que possibilitou a expansão do nosso programa de Sócio do Futebol. Novos valores, novos planos e novas vagas, em um sistema que premia e beneficia o torcedor de diversas maneiras. Enfim, com o plano Cruzeiro Sempre, o torcedor que mora fora de BH teve uma alternativa que lhe valia a pena. 

Isso sem contar as inúmeras oportunidades que o Cruzeiro tem oferecido aos seus sócios. Temos, além das vantagens do projeto “Futebol Melhor”, uma parceria exclusiva com a Sony, eventos exclusivos e uma infinidade de propostas para o Sócio Torcedor (como a chance de levar outros torcedores com desconto em jogos especiais). 

Temos ainda outras ações inovadoras como a turnê do Clube nos EUA, com vendas de pacotes para acompanhar o time na ‘gringa’, com ingressos para os jogos, entradas para a Disney e estadia. 

Posso citar aqui também a ação do livro escrito por torcedores, no qual qualquer apaixonado pelo Cruzeiro poderia pagar uma taxa para contar a sua história na publicação. E eu nem vou me estender com as tantas publicações muito bem feitas pelo clube, como a Revista do Cruzeiro (com edição impressa e disponível também para iPad). Show de bola! 

E quem não lembra da apresentação recente do Dedé, com um ‘teaser’ que deslocou os repórteres no ônibus do Cruzeiro para um lugar misterioso? Em um supermercado, a apresentação não só foi inovadora como teve um objetivo bem específico: relembrar a torcida dos benefícios e descontos que os sócios do Cruzeiro possuem para fazer compras de diversos produtos e em muitos mercados pelo Brasil inteiro.


Podemos gostar ou não das ações. Mas é impossível não reconhecer o trabalho, o empenho e as oportunidades que são criadas para o torcedor pelo nosso MKT. 

Existem muitas definições para MKT. A minha favorita é a que diz: “toda ação feita para facilitar uma troca é uma ação de MKT”. E o nosso Cruzeiro tem sido exemplar nestes últimos meses. 


Temos coisas a melhorar? Sim, temos. 


É inconcebível que o Sócio do Futebol só consiga fazer seu pagamento por cartão de crédito, por exemplo. Ou ainda (trazendo um pouco para nossa realidade) que o MKT não dê um apoio mais forte para torcedores fora de BH, como o caso da Sampa Azul e outras tantas ‘embaixadas independentes’ espalhadas pelo Brasil a fora e pelo mundo. Até porque, nossos 8 milhões de torcedores certamente não estão restritos aos 2,8 milhões de habitantes de BH. Mas estas melhorias certamente virão com o tempo e muitos outros trabalhos. 

O importante é que, hoje, o nosso MKT está muito mais ativo e merece – assim como o time e diretores – o nosso reconhecimento. Por isso, é com grande felicidade e satisfação, que eu gostaria de parabenizar o departamento de marketing do Cruzeiro pelo trabalho recente. E reforçar o meu desejo que este trabalho continue rendendo frutos para nosso time e para nossa torcida. 

Ao mesmo tempo, desejo que a nossa torcida também faça a parte dela. Abrace o time, faça o seu Sócio do Futebol e contribua para o sucesso do Cruzeiro. Pois, de todas as ações do mundo, as que vêm dos torcedores são aquelas que determinam se teremos sucesso ou não nas propostas elaboradas pelo nosso MKT. 

Aqui, meu camarada, são 5 os “P’s” do composto de MKT: produto, preço, praça, promoção e o “PORRA, aqui é Cruzeiro!” 

Vamos Cruzeiro!

2 comentários:

Filipe Torsani disse...

Excelente texto, Mano!! Nosso MKT e diretoria "sob nova direção" tem se mostrado muito mais preparados e com vontade de relembrar ao Brasil e ao mundo que AQUI É CRUZEIRO, caraii!! kkkkk... Parabens por mais este texto!!

Ducamigo disse...

Belo texto Edu...Melhoramos MUITO e como vc mesmo falou ainda temos mais a melhorar...Ao meu ver o Dr.Gilvan parece olhar com mais carinho para a área de Marketing e ja começa a colher belos frutos...