quarta-feira, 30 de março de 2011

Um “jogo treino” oficial.


Já classificado e jogando contra o primeiro eliminado do grupo, o Cruzeiro fez um jogo ‘relaxado’, mas que foi suficiente para enfiar 2x0 na casa do adversário.

O Jogo.

Jogar fora de casa na Libertadores é sempre difícil. Ou melhor, quase sempre. Com o estádio Defensores Del Chaco praticamente vazio, foi a voz da torcida cruzeirense que prevaleceu nas arquibancadas.

Em campo, a superioridade do Cruzeiro era escancarada. Tanto que, depois de algumas chances perdidas, Thiago Ribeiro fez o seu gol depois da troca de passes entre Roger, Wallyson e um passe mágico de Montillo. Cruzeiro 1x0.

Parecia que teríamos mais uma daquelas goleadas que ficamos acostumados neste comecinho de Libertadores, mas o time relaxou demais em campo e se acomodou, chegando a ser ameaçado no final do primeiro tempo com um chute bem defendido pelo goleiro Fábio. Ele que, aliás, fez pelo menos 3 boas defesas importantes na partida.

Na etapa complementar o Cruzeiro continuou mole e cansou de perder chances de gol. Por algumas vezes, o time paraguaio até esboçou algumas investidas e quase fez o gol de empate aos 46 da etapa final. Seria um gol para castigar o relaxamento excessivo do time e os constantes erros de arremate. Mas “Papai do Céu” decidiu condecorar a melhor campanha da Libertadores com um gol de Ortigoza no apagar das luzes. 2x0 para o líder do grupo 7 e primeiro time brasileiro classificado na Libertadores.

Da partida, ficam os valiosos 3 pontos e as boas presenças do Fábio, do incansável Montillo e do oportunismo do Ortigoza. Para melhorar, a falta de pontaria do ataque e o desempenho muito abaixo da média do W. Paulista.

Firmes e fortes, vamos para o desafio mais difícil da primeira fase contra o Estudiantes, fora de casa. Porém, sem uma responsabilidade maior.

Vale destacar que...

1. Mais uma vez, tivemos uma boa presença de público na Sampa Azul. Provavelmente, com mais gente do que no estádio paraguaio.




2. Hoje o Thiago, ganhador da caneca na foto do intervalo no jogo passado, retirou o seu brinde e já tratou de colocar em uso a caneca da Sampa Azul.




3. E que só não tivemos um público ainda maior no QG pois três guerreiros da Sampa Azul estiveram presentes LÁ no Paraguai. O Bonfim foi o mais exibido e apareceu pelo menos umas três vezes. Mas a foto que consegui registrar tem também a imagem do Filipe e sua bandeira benta. Só o Geraldão – que provavelmente ficou bebendo em algum local do estádio não deu as caras na TV.



É isso ai galera! Vamos que vamos rumo ao Tri!

domingo, 27 de março de 2011

Insistente


Cruzeiro bate o Coelho de virada e se consolida na liderança do Campeonato Mineiro.

O Jogo.

A partida entre América-MG e Cruzeiro foi disputada em Varginha. O mandante era o América, mas foi a torcida do Cruzeiro que tratou de invadir a cidade. Para corresponder o carinho, o time celeste começou bem a partida e foi para cima do Coelho, mas foi o time Americano que abriu o placar logo aos 4 minutos, com Leandro Ferreira.

Daí em diante, o Cruzeiro passou a pressionar o América durante todo o primeiro tempo, criou boas chances, mas pecava no passe final. Até que aos 41 do primeiro tempo Montillo cobrou falta e Thiago Ribeiro empatou a partida.

Mal começou o segundo tempo e aos 4 minutos Leo fez Cruzeiro 2x1. Mas logo em seguida, aos 6, Leandro Ferreira empatava para o América.

O Cruzeiro passou a pressionar o time Americano mas esbarrava novamente nos erros de passes e na defesa Americana. Em algumas oportunidades o Coelho tentava responder com perigo.


Mas aos 39, Montillo – que lutou a partida toda – teve sua perseverança e garra premiadas. Em jogada iniciada por ele, Wallyson foi lançado no flanco direito do campo e cruzou para o próprio Montillo fazer o gol da vitória do Cruzeiro.

Com 3x2 no placar a festa da grande maioria celeste em Varginha – e também na Sampa Azul – estava garantida, assim como a liderança estrelada no Campeonato Mineiro.



Agora o foco se volta novamente para a Libertadores, quarta feira, contra o Guarani no Paraguai.

E fiquem ligados, a Sampa Azul enviara seus emissários para representarem nossa torcida nesta partida.

Vamos vamos Cruzeiro.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Com a mão na vaga!


Em casa, se não for de goleada não vale. Em sua 3ª partida na Arena do Jacaré pela Libertadores 2011, o Cruzeiro goleia o Tolima por 6x1 e segue firme e forte como o melhor time da competição até o momento e assegura sua participação na segunda fase do torneio.

O Jogo.

A galera que abarrotou os 2 andares da Sampa Azul, mais o lado externo, não precisou esperar muito para soltar o primeiro grito de gol da noite. Logo aos 3 minutos de partida, Montillo arrancou com a bola, deu um belo corte em seu marcador e fez um golaço em arremate de fora da área.

Com 1x0 logo no início da partida, o Cruzeiro decidiu esperar o time colombiano em seu campo de defesa. Só que o ex-desconhecido time do Tolima – algoz Corinthiano na pré Libertadores – sabe tocar a bola e não se afoba em campo. Com boas tabelas, por diversas oportunidades o adversário armava jogadas agudas contra o Cruzeiro.

Pelo lado azul, Montillo era quem mais ousava e apresentava um bom futebol, mas a marcação colombiana conseguia desarmar as investidas estreladas. Até que aos 31, Wallyson (o iluminado) aproveitou uma bobeira da zaga do Tolima, driblou o goleiro e fez o segundo do esquadrão celeste.

O primeiro tempo acabou 2x0 para o Cruzeiro que, apesar de não ter tido um volume de jogo impressionante, fez por merecer a vantagem.

Segundo tempo e goleada.

A derrota praticamente eliminava o Tolima da competição. Por isso, a equipe Colombiana tratou de ir para cima. O Cruzeiro levou uns 10 minutos para se organizar na partida na etapa complementar. Aos 17, em chute no cantinho, Roger fez o terceiro do Cruzeiro para alegria da nação cruzeirense.

Aos 23, um susto. O Tolima diminuia com Marrugo, que fez o gol de um chute a queima roupa. Fábio nada pode fazer. Mas logo em seguida, em pênalti cometido sobre Wallyson, Roger fez o segundo dele na partida com aquilo que podemos chamar de “A cobrança de pênalti perfeita”. Muito forte, no ângulo do goleiro Anthony Silva.

Com 4x1 no placar, por incrível que pareça, o Tolima começou a jogar melhor na partida. Por diversas vezes o bom time colombiano fez tabelas que deixaram seus jogadores na cara do gol. Em uma delas, aos 27 minutos, Fábio operou um verdadeiro milagre em chute de Murillo, em uma defesas daquelas para inflamar a torcida que ovacionou o goleiro para que o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes – presente na Arena do Jacaré – entendesse de uma vez por todas que hoje, não existe goleiro em melhor fase no Brasil.

Para matar a partida, dois gols de jogadores que entraram no decorrer da partida. Aos 43, Roger enfiou uma bola açucarada para Gilberto (que retornava de contusão) fazer o 5º. E já no apagar das luzes, Thiago Ribeiro também deixou o dele.

Final de jogo: Cruzeiro 6 x 1 para o Tolima. Um placar para exterminar de vez qualquer desconfiança e esperança que o time colombiano tinha de surpreender novamente. Infelizmente para eles, o Cruzeiro tem tradição e camisa para jogar a Libertadores.

Apesar do placar largo, ainda tempos pontos a melhorar. Mas depois da 3ª goleada seguida dentro de casa, hoje não nos resta nada mais do que comemorar a classificação e enaltecer o bom trabalho do time. Parabéns aos guerreiros celestes.

Sorteio de canecas: festa na Sampa Azul!

Hoje, para celebrar a presença marcante de nossa torcida no QG, aconteceu o sorteio de duas canecas personalizadas da Sampa Azul.

PRIMEIRO SORTEIO:
A primeira foi sorteada pela nossa tradicional foto do intervalo. Antes da partida, o Izael (dono do Minas Tutu e Prosa) marcou um ponto em um guardanapo com a mesma proporção de nossas fotos.

Papel assinado pelo Izael + foto do intervalo. Essa foi a fórmula para encontrarmos o vencedor.
Através do uso do Photoshop, nós sobrepomos a foto do intervalo e marcamos uma estrela no local do ponto. A pessoa que saísse no local indicado pela estrela ganharia a caneca.

Confira abaixo a tradicional foto do intervalo e veja onde a estrela caiu (clique na imagem para ampliá-la):

O felizardo é este rapaz ao lado. Embora a estrela tenha caído sobre o balde de cerveja, através das ferramentas do Photoshop, a comissão organizadora da Sampa Azul apurou que ela ficou mais próxima deste rapaz do que de qualquer outra pessoa na foto. Por isso ele foi o eleito. (exatos 64 pixels).

O vencedor deve ver sua foto no Blog e enviar um e-mail para sampaazul@gmail.com. Para retirar a caneca, ele deve comparecer PESSOALMENTE a Sampa Azul no próximo jogo para retirar seu brinde. Caso o vencedor não se manifeste durante os próximos 5 dias, a caneca retorna para um novo sorteio.

SEGUNDO SORTEIO:
Para a segunda caneca, foi feito um sorteio exclusivo. Os torcedores que compareceram à Sampa Azul hoje foram convidados a contribuir com R$5,00 para ajudar aos projetos e divulgação de nossa torcida. Aqueles que contribuíram (não houve obrigatoriedade de participação) puderam colocar seus cupons para o sorteio.

Para garantir a imparcialidade, foi convidada uma pessoa que freqüentou a Sampa Azul pela primeira vez para efetuar o sorteio. Desta vez, a responsabilidade de selecionar o vencedor ficou com a bela e simpática Thais Gonçalves, paulista, convertida cruzeirense no dia do jogo, que foi acompanhar a partida com alguns amigos no QG.
Marquinho, o 'pé frio' mais sortudo que eu conheço, recebe seu prêmio.
(A caneca foi testada na mesma hora... rs)
Ela selecionou o número 0225 e quis o destino que o praga do Marquinho ganhasse o brinde. (Puts, já é a segunda vez que ele ganha! Vai ser cagado assim lá em Lambari... rs).

Pra vizinho nenhum dormir.

O dia de hoje foi realmente especial. Assistir aos jogos na Sampa Azul sempre é muito divertido, mas ver novos amigos, a interatividade da galera e a festa que só a nossa torcida sabe fazer ser coroada com um placar de 6x1, realmente é para dar os parabéns a TODOS.

Obrigado a você que compareceu na Sampa Azul hoje e fez esta festa maravilhosa. E você que não pôde ir, não deixe de aparecer nos próximos jogos.


Vamos vamos Cruzeiro!


Ps. Ainda não tive tempo de tratar e subir as fotos e vídeos de ontem para nossa galeria. Acompanhe nosso Twitter para saber quando elas estarão disponíveis. (@sampaazul).

domingo, 13 de março de 2011

Vencendo com sobras.

Depois daquele empate chato e sem gols com o Tupi no meio de semana, em um jogo que teve um primeiro tempo até movimentado, mas um segundo tempo com time misto muito abaixo da média, confesso que minhas expectativas para hoje não eram de um grande jogo.

No entanto, em menos de 3 minutos o Cruzeiro já estava na frente com um belíssimo gol de Thiago Ribeiro, que contou com o cruzamento de Farías, um corta luz de Wallyson. Participação dos 3 atacantes escalados para a partida de hoje. Thiago aliás que fez mais 2 gols, e ainda assistiu mais um do Farías e outro contra do Democrata, fechando a conta do primeiro tempo em 5x0 para o Cruzeiro.

Na etapa complementar, os substitutos Ortigoza (que estreou finalmente pelo Cruzeiro) e André Dias também marcaram os seus. E ambos fizeram belos gols, para abrilhantar ainda mais o placar do jogo, que acabou 7x0 para o time estrelado.

É bem verdade que o time do Democrata não é lá estas coisas, mas a fragilidade do adversário em nada diminui os méritos do Cruzeiro, principalmente do setor ofensivo que hoje funcionou com perfeição. Tirando Wallyson, que tem crédito de sobra na temporada, TODOS os atacantes marcaram os seus gols, provando que já havia passado do tempo de o Cuca ter dado mais oportunidades para os demais jogadores do setor no lugar de ter insistido tanto dom o W. Paulista.

Agora é reunir forças para o jogo do meio de semana, contra o encardido Tolima, que pode cravar a nossa classificação para a próxima etapa da Libertadores.

Vamos vamos Cruzeiro. E parabéns pelo placar elástico de hoje.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Camisa Sampa Azul 2011

É com muita satisfação que venho comunicar a existência antecipada de uma camisa ganhadora.

Depois de uma reunião na Sampa Azul durante o jogo Cruzeiro x Tolima decidimos que era melhor antecipar os prazos e indicar a camisa ganhadora em 1 turmo.

A importância dessa campanha da camisa Sampa Azul 2011 foi ver que muita gente votou e opinou sobre como devia ser a camisa. Assim podemos ter certeza de que qualquer camisa que ganhasse seria uma boa escolha, afinal foi votada por todos.

Então depois de apurar todos os votos que chegavam por e-mail e pelo blog a camisa 07 foi eleita a primeira camisa Sampa Azul...


Por tanto se você não garantiu a sua ainda da tempo.
Envie já o número, o nome e o tamanho que você deseja em sua camisa Sampa Azul 2011 para o nosso e-mail sampa_azul@googlegroups.com e aguarde o nosso contato.

Desejo a todos um feliz carnaval...
Saudações celestes a todos...



quarta-feira, 2 de março de 2011

Empate encardido.

Pouco pela pretenção da torcida, muito pelo futebol do segundo tempo. Se não foi o resutado perfeito, o empate desta quarta feira contra o Tolima garante o 1º lugar do grupo 7 para o Cruzeiro até o início do returno.

O Jogo.

O ex-desconhecido Tolima, time que desclassificou o Corinthians de Ronaldo & Cia já tinha provado que era um timinho encardido de ser batido, ainda mais em sua casa, onde estava com 100% de aproveitamento no ano. Mas o Cruzeiro soube se portar e anulou quase todas as jogadas do time colombiano na primeira etapa.

O Cruzeiro começou o jogo direitinho, marcando o time do Tolima sobre pressão e dificultado a saída de bola do adversário. Os atrevidos jogadores colombianos pouco fizeram na primeira etapa. É bem verdade que o Cruzeiro também pouco produziu e teve em um arremata de Róger a sua melhor chance no primeiro tempo.

Muda o tempo, muda o jogo.

De volta para a segunda etapa, ambos os times voltaram com as mesmas formações. Porém, o ímpeto do time da casa era bem maior. Confesso que eu já esperava que o time do Tolima, que tem um ótimo poder ofensivo pelo lado direito, explorasse as costas do Diego Renan. E foi lá mesmo que ele fez a festa.

Do outro lado, W. Paulista fazia mais uma partida medíocre e o time celeste não tinha nenhum poder ofensivo. Thiago Ribeiro entrou no lugar do camisa 9, chegou até a produzir um pouco mais, só que não foi suficiente para nada.

O Tolima criou seguidas chances pelo flanco direito do campo e, de tanto insistir, acabou sendo premiado com um pênalti nos minutos finais do jogo. Mas a defesa celeste continuou invicta na competição pois no gol do Cruzeiro estava o Fábio. Ele agarrou o pênalti e mudou um pouco o ânimo do Cruzeiro na partida.

A partir daí o Cruzeiro cresceu um pouquinho mais na partida, teve algumas chances em chutes de fora da área, mas o Tolima era sempre mais perigoso.

Por sorte, o jogo acabou mesmo 0x0.

Hoje o time jogou mal, mas há de se registrar que o gramado teve o seu peso no desempenho do time hoje. Absolutamente NENHUM jogador conseguiu dominar a bola com perfeição e progredir em direção ao gol.

Nos resta torcer que daqui há 2 semanas, na Arena do Jacaré, a história seja diferente.

Vamos vamos, Cruzeiro. Líderes, firmes e fortes.