terça-feira, 30 de abril de 2013

Encaixando.


Após a apresentação do último domingo, o time demonstra que está tomando um rumo bem definido com o Professor Marcelo de Oliveira, que mostra realmente ser um nato entendedor do futebol. Eu já estou praticamente oficializando a minha queimação da língua.

É, a final do Estadual vai ser de arrepiar. Cruzeiro na crescente e patético, patético não é problema nosso... Mas espero que o Cruzeiro não se contente com o Ruralito e vá em busca de um caneco nacional neste ano de 2013. O Time parece que está sendo armado para conquistar canecos pesados, de prestígio.

Aqui um espaço para falar do Diego Souza. Grande apresentação a dele ontem, objetivo, competitivo e focado. Vou apostar minhas fichas que esse cara vai se dar muito bem no nosso time. E tenho dito. Mas ontem todos jogaram bem, inclusive o jovem Mayke. Podem escrever! Há muito, e há muitos, no QG falando do menino. Personalidade, porte físico, qualidade. Caso o Ceará não pare com as suas idas e vindas do DM, o menino vai tomar mais corpo e identificação com o time profissional e cairá nas graças da torcida.

E para finalizar gostaria de falar do Henrique, que não conseguiu se recuperar para participar da campanha do estadual e do início da Copa do Brasil. Assim, entendo ser irremediável a contratação de um primeiro volante, e de preferência para chegar e ser titular. O meu nome é Felipe Melo, mas é puro sonho. Então, que a dupla do ano Gilvan-Matos localize esse nome e traga para fechar o plantel estrelado.

No mais é continuar lotando a Sampa Azul. Dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Sonho de Kaká

Fala, galera! Tudo tranquilo? Nosso Cruzeiro está surpreendendo cada dia mais, dentro e fora de campo. Não acham? Depois da contratação do Dedé, a bola da vez parece ser o Kaká. E que bola da vez, hein?

O que começou como um simples boato na internet, virou matéria da Globo. A notícia saiu em muitos blogs, alguns mais oportunistas, outros mais sérios. A verdade é que o Cruzeiro está mostrando a sua cara para o Brasil e para o mundo. Voltou a ser o gigante, o time das contratações, o time da garra e do futebol envolvente. Ainda bem, esses dois últimos anos estavam querendo provar o contrário (não chegaram nem perto, obviamente).

Não preciso nem dizer o quanto seria vantajoso para o time ter um jogador como o Kaká. A começar pela técnica nos jogos, que se elevaria muito. Por mais que tenhamos excelentes meias no time, nenhum deles é páreo para ele. Já imaginaram uma dupla Éverton Ribeiro e Kaká? Aliás, qualquer um dos meias cresceria muito ao lado dele.
 
O Marketing também se beneficiaria com a contratação. Um jogador com o gabarito do Kaká rende muito, mas muito dinheiro a qualquer clube. O número de ações e promoções que poderiam ser criadas, a quantidade de camisetas vendidas, enfim, o próprio jogador pagaria todo e qualquer investimento que o clube teria feito nele.

Não estou cravando a contratação dele, pois sei da dificuldade do negócio. Estou apenas colocando os benefícios que ela causaria. De qualquer forma, a diretoria está fazendo um belo trabalho este ano. Conseguiu montar um time competitivo e promissor, sanou boa parte das dívidas e de quebra trouxe um zagueiro de seleção que há algum tempo vínhamos reivindicando. O ano promete galera!

Por hoje é só. Domingão tem o primeiro jogo da Semifinal. Promessa de QG cheio para empurrar o nosso Cruzeiro para mais uma decisão, que ao que tudo indica será contra as franguinhas.  

SAUDAÇÕES CELESTES!

terça-feira, 23 de abril de 2013

HORA DE DECISÃO


E acabou a fase de teste! Agora é só decisão no Estadual 2013, na verdade temos esses dois jogos contra o Villa para deixar o time redondo para a grande final provavelmente quando iremos enfrentar o patético-MG, mas por hora temos que focar no alvirrubro de Nova Lima.

A expectativa é boa para os dois jogos e com o Cruzeiro prevalecendo em ambos, pois é inegável que o time cresceu de produção nos últimos jogos do ruralito. Até a defesa melhorou o rendimento, talvez a presença do Mito já esteja gerando resultado.

Os jogos já estão marcados. O primeiro no campo do América e o jogo final na Toca III, o que vai ser muito produtivo, pois como o esquadrão celeste não jogou esse ano no Independência o jogo contra o Villa pode ser encarado como uma oportunidade de reconhecer o campo para o primeiro jogo da final.

Com todo respeito ao Villa, não consigo ver o Cruzeiro fora da final, mas seguro morreu de velho e temos que jogar no próximo domingo com o que temos de melhor e com toda a gana de vencer e CONVENCER.

Aliás, o que não deve faltar, pois a cada jogo o Cruzeiro vem se apresentando de maneira objetiva e com espírito vencedor, o que nos credencia a cada dia que se passa a acreditar que os anos de conquista voltaram. Vem Brasileirão, Vem Copa do Brasil!!! Mas que venham depois do título do Estadual!!!

Bom, aproveito para agradecer a equipe do “As Mineiras” pelo telão instalado no QG, ficou sensacional! E a estréia não poderia ter sido melhor, Cruzeiro 5 X 0 no Nacional de Nova Serrana. Então, estamos todos convocados para lotar a Sampa Azul no próximo domingo! Dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim

domingo, 21 de abril de 2013

Que venham as ‘Semis’.


O Cruzeiro acabou a primeira fase do Mineiro da mesma forma que começou o campeonato: passeando.

Hoje, com o primeiro lugar garantido, a Raposa levou um time misto para enfrentar o Tupi. E num é que o time do interior atrapalhou os planos do Marcelo Oliveira? Digo isso porque o nosso treinador queria dar rítimo para o goleiro reserva, o Rafael, mas ele acabou por só assistir ao jogo, tamanha superioridade do Cruzeiro em campo.

No mais, dois gols, no início de cada um dos tempos, deram números finais a partida. Agora, o Cruzeiro enfrenta o Vila Nova nas Semifinais.

No geral, todo mundo jogou bem hoje. E arrisco dizer que o placar só não foi maior pois o time deu aquela tirada de pé, típica de quem está com a situação totalmente sobre controle.

E vamos que vamos.


sexta-feira, 19 de abril de 2013

5x0 e Dedé


Fala galera! Que semana essa, não? Goleada na terça, contratação do Dedé na quarta... E olha que ainda tem o fim de semana! Sem falar na inauguração do Telão da Sampa Azul. Ainda não fui apresentado, mas dizem por aí que é fino demais (perdoem-me pela piadinha sem graça).

Vamos falar primeiro sobre o jogo de terça. Foi um verdadeiro baile. Aliás, baile não, chocolate. O time do Cruzeiro fez uma partida que, até que se prove o contrário, foi a melhor do ano. Um show de entrosamento, passes rápidos, jogadas bem trabalhadas, muita inteligência e visão de jogo dos nossos homens de frente, enfim, foi uma exibição de gala. O inofensivo Nacional saiu do Mineirão sem saber de onde veio o chumbo.

E mais uma vez vou repetir o nome dele aqui: Ricardo Goulart. O cara está simplesmente arrebentando toda vez que entra. Foi primordial a atuação dele no último jogo. Participou das jogadas que terminaram em gol, deu passe de calcanhar, fez gol legítimo que não valeu (vá perguntar para o Senhor Árbitro onde foi que ele viu o impedimento), jogou muito. Ele dá outra cara para o time, não tem como negar. O Marcelo Oliveira tá com o problema que todo técnico quer ter: muita gente boa para pouca posição.

Por falar em gente boa, o Dedé está pousando em BH nesse momento. O Aeroporto Internacional de Confins está lotado de torcedores celestes esperando pelo zagueiro. Cá entre nós, não é para menos. O Cruzeiro descarregou um caminhão de dinheiro para trazê-lo, foi a contratação mais cara da história do time. Superou a do Sorín! Resta agora ao jogador corresponder a toda essa expectativa que está sendo criada. Eu não duvido que ele consiga, afinal ele é zagueiro da Seleção.

É isso aí minha gente. O elenco está bom, o time está apresentando um futebol envolvente e agora temos mais um reforço. Esse ano tem tudo e mais um pouco pra ser um ano inesquecível para nós. Parabéns à diretoria que está fazendo um excelente trabalho, não só nas contratações como no manejo das situações. Esse ano promete!

SAUDAÇÕES CELESTES!
OBS: hoje não tem nenhuma.

terça-feira, 16 de abril de 2013

O “MITO” VEM AÍ


Não dá para falar de outra coisa. Principalmente aqui neste espaço onde demonstrei reiteradamente a minha preocupação com o setor defensivo celeste. Dedé, pelo que parece, está contratado. E não há outro sentimento que não aquele orgulho que nos leva a lembrar de um passado não muito distante. Grande contratação! Parabéns para Diretoria.

Mas sempre terão os torcedores do contra que livremente lançarão as palavras de efeito: “caro demais”, “esse cara é marketing puro”, “joga tudo isso não”...  Bom, você pode até achar que ele não vale tudo isso que estão noticiando que o Cruzeiro/Investidores está pagando, mas não vejo ninguém em sã consciência para afirmar que o “Mito”, como diz lá na Guanabara, não está entre os quatro melhores zagueiros brasileiros, incluindo-se aqui os que jogam fora do país.

O fato é que a contratação do Dedé, mais do que uma paulada na imprensa mineira e na do eixo do mal (RIO/SP), demonstra que o Cruzeiro e sua atual diretoria estão pensando alto. Tudo indica que nesse ano vamos disputar as duas competições nacionais de acordo com as tradições cruzeirenses, ou seja, visando o topo.

Agora é esperar que o Bruno Rodrigo mantenha o nível, que o Victorino volte voando, que o Thiago Carvalho mostre o seu futebol, e que o Paulão continue agradando os seus fãs, pois assim certamente teremos companheiros à altura do novo xerife azul.

Bom, aproveito para lembrar que hoje é uma terça-feira diferente. Tem jogo do Cruzeiro, aliás, jogo que garante a nossa vantagem nas finais do Estadual. Então, bora para Sampa Azul! Dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Coelho, CSA e Dedé

Começamos essa semana com o jogo contra o Coelho. Tinha tudo pra ser um grande teste para a raposa, mas diante do futebol apresentado pelo América-MG isso não foi possível. Resultado final, América 1 x 4 Cruzeiro e com a derrota da Ponte, Cruzeiro se torna o único time da Série A invicto na temporada. Bom para nós e menos mal para o América-MG. Isso porque o Coelho levou R$ 522.386,08 para casa, enquanto a Raposa ganhou R$ 348.257,61 na partida.

Falando em dinheiro, o franquiado da loja oficial do Cruzeiro no Mineirão parece ter acordado e pretende duplicar o espaço nos próximos meses. Claro que tudo ainda depende de conversa com a Minas Arena e de apoio do clube, mas a intenção é a primeira etapa para começar um projeto de sucesso. Vendo os times de fora do país, acho que a loja tinha que ocupar todo o espaço de lojas naquela parte da toca 3 e detonar com venda de materiais esportivos.

Depois do confronto contra o Coelho pelo rural finalmente mudamos de campeonato e o Cruzeiro pode iniciar a caminhada rumo ao pentacampeonato da Copa do Brasil. Eliminamos o jogo de volta na primeira fase como era de se esperar. O que realmente não esperávamos era o jogo complicado e lento que o nosso time fez. Até mesmo o atacante Dagoberto admitiu que o Cruzeiro se surpreendeu com a força do CSA. Força que não sabemos de onde veio. Será que foi por mérito do CSA ou por demérito da defesa dos azuis de Minas? Eu particularmente acho que é o resultado de um pouco das duas coisas. Mas no fim o placar de CSA 0 x 3 Cruzeiro deixa a torcida mais calma e evita um pouco da revolta pelo futebol apresentado.

Após a Copa do Brasil e com toda essa fragilidade da zona defensiva, a diretoria tenta se mover. O caso Dedé tomou conta da mídia. Cruzeiro e Corinthians fazem um duelo fora dos campos para ter o jogador e tudo aparentemente transita entre questões financeiras e negociações de jogadores para fechar o negócio. A Raposa aposta em parceiros para atravessar ida de Dedé para o Corinthians e terá que fazer o maior investimento de sua história para contar com o jogador chamado de Mito. Será? Outras duas novidades boas no time são a volta de Anselmo Ramon que jogou entre os reservas em jogo-treino contra o Betim e Lucca que foi liberado pelo departamento médico e inicia preparação física na Toca. Mais potencia para o ataque que parece ser uma fonte ilimitada no nosso time.

As expectativas são boas, mas temos que ver para acreditar.

Abraços a todos!!!
Bernardo Duca

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Ricardo Goulart


Fala galera! Que jogo ontem, não? Digno de primeira fase de Copa do Brasil. O time mais fraco tentando se impor em casa ,enquanto o grande, com calma, ia ganhando o espaço e fazendo os gols. Está certo que o Cruzeiro deixou a desejar. Faltou aquela vontade de ganhar, principalmente depois do primeiro gol. O time se acomodou, sofreu muito com os ataques do CSA (quem?) e, por extrema ruindade do adversário, não tomamos um gol. Em relação ao falatório do presidente do time alagoano, prefiro não comentar. Aliás, até concordo. Ele disse que o Cruzeiro não era um adversário tão “popular” e, depois do 3x0 aplicado, acredito que ficamos ainda mais impopulares por lá. Se é que vocês me entendem.

No entanto, eu quero falar de outro assunto: Ricardo Goulart. Para quem vem acompanhando os jogos do time na temporada, já percebeu que o garoto não está para brincadeira. Ou melhor, ele está, mas com a zaga adversária. Entrou muito bem jogo de ontem, com garra e determinação, assim como vem entrando nos outros jogos. O gol de ontem fala por si só. Mas então, o que falta para que ele vire titular absoluto?

Sem querer menosprezar os outros atacantes do elenco, mas de longe Ricardo Goulart é o que mais se entrega. Ontem, por exemplo, entrou com uma vontade absurda, criando a jogada desde o campo de defesa, trazendo a responsabilidade para si. É muito bom ver um jogador assim, aguerrido. O que me intriga é a opção do Marcelo Oliveira de deixa-lo no banco. Talvez ele pense que essa vontade toda provém do fato do garoto ter que provar a cada jogo que tem bola para roubar o lugar dos que estão jogando. Ou ele é cabeça dura mesmo. Vai entender. De qualquer forma, acho que o Goulart merecia uma sequência de pelo menos uns três jogos como titular. Se ele não corresponder, escrevo uma carta de desculpas ao MO (ah tá, beleza).

Bom, acho que disse o que tinha para ser dito. Esperai-vos o próximo adversário na Copa do Brasil. Quem será? O perigoso Caxias ou o amedrontador Resende? Quem viver verá. E quem viver mais um pouquinho tem chance de comemorar o Penta esse ano. Já pensou? Eu já. VAMOS CRUZEIRO QUERIDO DE TRADIÇÃO, COPA DO BRASIL, PENTACAMPEÃO!

OBS: Neste exato momento (mentira, faz uns 10 minutos) o Superesportes soltou a notícia com a média de gols do Goulart como suplente: um gol a cada 17 minutos. Isso quer dizer que enquanto você lê isso aqui, o Ricardo tá estufando a rede por aí.

terça-feira, 9 de abril de 2013

A VANTAGEM DO ANONIMATO


O Campeonato Mineiro vai seguindo o seu caminho com o Cruzeiro realizando uma quase impecável campanha que somente será coroada com o título, pois o ruralito é assim, só vale quando o título é conquistado.

Mas o que vale a pena comentar nessa semana foi a bela apresentação do time celeste no último domingo, pois o time se movimentou bem, a defesa com apenas uma troca fez uma partida bem segura, com destaque para o zagueiro Bruno Rodrigo, e o ataque realizou jogadas envolventes, aqui mérito para o goleador Borges.

E é aí que nasce o título da coluna de hoje, pois acredito piamente que a ausência do Cruzeiro dos grandes jogos nesse início de ano vai nos ajudar muito na sequência da temporada, especialmente no Campeonato Brasileiro, pois ao contrário dos times badalados no momento pela mídia nacional, o Cruzeiro ainda é uma incógnita para toda a comunidade do futebol, exceto para os cruzeirenses, é claro.

 A verdade é que o time vai se encaixando, está longe do ideal, mas também já está distante do Cruzeiro de um triste passado recente... O fato é que quando o time estiver azeitado, jogando com fluência, tudo vai ser novidade para os adversários que tentarão a todo custo entender este novo Cruzeiro. Já os rivais badalados, mesmo que continuem atuando bem, são times que possuem um esquema tático definido e jogadores já conhecidos do grande público.

Portanto, esse marasmo de início de ano tem tudo para em breve ser convertido em sucesso e vitórias, e quando acordarem para o talento de um Everton Ribeiro, do Ricardo Goulart ou mesmo do menino Vinicius Araújo, poderá ser tarde demais para concorrência.

No mais, dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim


domingo, 7 de abril de 2013

Num deu nem pro cheiro.


A Páscoa foi domingo passado, mas hoje foi dia de chocolate. E logo contra o coelhinho. Que falta de consideração, heim Cruzeiro? 

Foi jogo de um time só durante todo o primeiro tempo. Com o Ricardo Goulart no time titular, o time ganhou uma consistência muito boa no meio. O camisa 31 se mostrou, mais uma vez, muito participativo, voltando para buscar bolas e armando as jogadas com muita velocidade. Belo jogador! 

Cada vez mais estamos vendo um Cruzeiro com cara de Cruzeiro, com passes rápidos e envolventes, como historicamente sempre foram nossos times. E o resultado deste time não demorou a aparecer, com 2 gols (de Borges e Diego Souza) em 16 minutos. E poderia ter sido mais, caso o time celeste não tivesse tirado o pé do acelerador. O América nada fez na primeira etapa. 

O segundo tempo mal começou e Bruno Rodrigo – que teve ótima atuação – fez o 3º, de cabeça, em cobrança de escanteio. Só aos 18 do segundo tempo, em lance de escanteio, o América descontou com Doriva, que arrematou o rebote para o gol. 

O Cruzeiro ainda fez um gol legal com Éverton Ribeiro, anulado por um impedimento absurdo assinalado pelo bandeirinha. Menos mal que um minutinho depois, Borges fez o seu segundo na partida e deu números finais ao jogo. 

No geral, o time todo jogou uma bela partida hoje. Muito disso em função da presença do bom Ricardo Goulart, que buscou muito o jogo. Destaques para o próprio camisa 31, pela velocidade, movimentação e ótimos passes. Para o Borges pelos seus 2 gols, para o Bruno Rodrigo, pela atuação firme e segura que ele teve e, finalmente, para o Diego Souza. Ainda esteve lento, mas cresceu na partida de hoje. O gol que fez, juntamente de bons dribles e chapeuzinhos deram a ele a tranquilidade para fazer um ótimo jogo. Bom para ele e para o Cruzeiro, que precisará muito do seu talento durante o ano. 


Foi uma das melhores partidas do time no ano, para a alegria da galera que compareceu na Sampa Azul. Agora é continuar firme o trabalho e nos prepararmos para a estréia na Copa Do Brasil. 


Vamos Cruzeiro! 


Nota: Hoje esteve na Sampa Azul o autor do Livro “O Mineirão é Azul”. Leonardo Silvestre escreveu este livro que conta a história de 40 vitórias do Cruzeiro sobre o seu rival. 

Infelizmente, como o aviso foi feito em cima da hora para a grande maioria das pessoas na Sampa Azul, o evento não teve o devido prestígio que merecia. Mas para que toda a galera da Sampa Azul, bem como todo torcedor do Cruzeiro, possa conhecer um pouco mais da obra, segue um link -  retirado do próprio site do Cruzeiro - com informações do livro: http://www.cruzeiro.com.br/index.php?section=conteudo&id=2292

Nunca é demais relembrar vitórias.

sábado, 6 de abril de 2013

Classificados e invictos...



Olá pessoal,

Vou começar a escrever aqui no blog da Sampa Azul tentando trazer um pouco sobre o que aconteceu na semana com o nosso time e também um pouco da minha opinião sobre os ocorridos.

Começamos a semana com mais um placar positivo, desta vez contra o Villa Nova e o resultado é que além da classificação, estamos invictos e temos melhor início de Campeonato Mineiro desde 2003. Para os matemáticos parece tudo lindo, mas a prática preocupa. Estamos ganhando, mas até o momento não vejo nenhum torcedor azul com a certeza de que somos o melhor time para ganhar títulos grandes.

As preocupações começam esse ano pela zaga. Os nossos zagueiros já não passam a mesma confiança de times passados e o nosso maior destaque é o Paulão Caveirão. Diante disto, temos que olhar para o banco, pois nosso zagueiro do Bope está com estiramento na coxa esquerda e nos desfalca no jogo de amanhã contra o América-MG. Ficamos então com Bruno Rodrigo, Leo e Leandro Guerreiro para tentar desarmar os ataques do Coelho.

Ai vem a esperança!!!

Martinuccio e Victorino voltaram a campo e iniciaram transição para parte física. Esses dois ainda inspiram a confiança da torcida e tem depois de muito tempo longe dos campos a grande oportunidade de mostrar serem os grandes jogadores que já foram um dia. A meu ver, Victorino e Paulão seriam uma zaga aceitável para o nosso time disputar a Copa do Brasil. No ataque as coisas são diferentes e animadoras. Até se olharmos para a reserva. Martinuccio é fera e deve voltar bem, já o Vinícius Araújo brilhou e marcou três gols no último jogo-treino na Toca da Raposa. Já no time titular, Ricardo Goulart quer se firmar e neste domingo substituirá o suspenso Dagoberto.

Então tudo parecia caminhar normalmente, mas a diretoria do Cruzeiro vem e anuncia o empréstimo do volante Éber ao Villa. E eu me pergunto...Porque eles fazem isso??? O menino vem da base e faz ótimos jogos, ai vem a diretoria e empresta-o ao Villa? Porque Villa? Se vai emprestar, então porque não utiliza em troca por um bom zagueiro? Bem, coisa do futebol...

Mas nem só de erros se faz uma diretoria...

O Cruzeiro entrou em acordo com América-MG e os sócios do futebol terão acesso ao clássico. Neste acordo o América-MG ficará com 60% da renda da partida. O que me parece vantajoso. Além disso, reabrirá novamente loja oficial no Barro Preto esse mês, mas em outro ponto e com novo layout. O Cruzeiro também começou a reforma em sua academia para jogadores na Toca da Raposa II. Fechou acordo com a Sony, promovendo descontos exclusivos para sócios e lançou um aplicativo Oficial que ficou em primeiro da categoria na Apple Store.

Por fim, só faltou falar da nova proposta que veio do sul e que nos deixa ainda mais felizes. O projeto da 'nova' Sul-Minas é pra mim a melhor notícia dessa semana e nos traz novamente as boas memórias de títulos grandes. Nessa competição somos o maior vencedor. Poderemos jogar com pelo menos 3 times de grande porte e nos preparar melhor.

Contra o América-MG teremos o time com Fábio; Ceará, Bruno Rodrigo, Leo e Everton; Leandro Guerreiro e Nilton; Everton Ribeiro, Diego Souza e Ricardo Goulart; Borges.

Esperamos todos na Sampa Azul para mais esse clássico mineiro...

Abraços!!!

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Vende-se o Rural


Fala galera!

Essa semana saiu uma notícia que fez muitos cruzeirenses cruzarem os dedos e torcerem. A possível volta da Copa Sul-Minas, torneio que contou com apenas três edições tendo em duas delas o Maior de Minas como grande campeão, acena de longe, mas com força.

Para quem não se lembra, a Copa Sul-Minas contava com os quatro maiores times de cada estado do Sul junto com os quatro maiores de Minas. Do ponto de vista financeiro, era muito vantajoso para todos os clubes participantes, já que o lucro de bilheteria era muito maior do que os dos estaduais. Pensando pelo lado da preparação dos times para a temporada, também era mais vantajoso. O Rural não oferecia, e continua não oferecendo uma estrutura para que o Cruzeiro teste seus esquemas e tenha um começo de temporada mais “pegado”. A grande maioria dos jogos do Mineiro acontece em estádios pequenos, contra times pequenos, e com rendas pequenas.

Outro argumento que favorece a volta da Copa é o nosso favoritismo. Fomos campeões em duas oportunidades, jogando contra times grandes. Tudo isso é muito importante para o elenco, principalmente no começo da temporada. Dá moral e, querendo ou não, é um título que “pesa” mais que o Mineiro. Seria muito bom para o Marcelo Oliveira testar os meninos da base em jogos maiores, ficaria mais fácil de avaliar o desempenho dos novos jogadores que chegaram, e sem dúvida os torcedores iriam se interessar mais pelos jogos.

Não sei vocês, mas eu vejo com bons olhos esse possível retorno. Acredito que todos nós, torcedores e clubes, ganharíamos muito com isso. De qualquer forma, o projeto está no começo e tem previsão para entrar em vigor só em 2015. Mas não se preocupem. Enquanto isso a gente vai comendo o tropeiro do QG e goleando o galo.

Se me permitem, gostaria de dedicar este post aos cinco maiores responsáveis por eu vestir o Manto Celeste: Tio Orlando, Tia Suely, Bebê, Caio e Vitor. Se não fossem vocês me dando camisetas, me levando aos jogos e fazendo minha cabeça, essa coluna e meu amor pelo Cruzeiro não existiriam. Nunca me esquecerei da primeira vez que pisei no Mineirão, um Cruzeiro x Juventude com gols de Rincón, Ricardinho e Jorge Wagner fazendo toda aquela torcida explodir em alegria. Lembro que na saída ainda comprei a camisa do Jorge Wagner. Muito obrigado por todo esse esforço, sou eternamente grato.

Um abraço e SAUDAÇÕES CELESTES!
OBS: VEM MÉQUINHA, VEM!

terça-feira, 2 de abril de 2013

FORTES EMOÇÕES


De novo falarei da defesa! Pode parecer chato, mas não é possível que o Professor esteja caindo no delírio que a torcida celeste (grande parte dela) está tendo pelo Paulão. Olha, isso aí é um perigo “danado”. O Paulão é um zagueiro vigoroso e esforçado. E só. Não podemos achar que o cara é um novo Geraldão, grande zagueiro dos anos 80, ou até mesmo o Paulão dos anos 90... E para piorar, quem vem jogando do lado dele não está conseguindo melhorar o nível técnico da zaga.

Talvez o Bruno Rodrigo seja o parceiro ideal do Paulão, embora já esteja convencido de que o Paulão deve ser reserva. O fato é que é preocupante ver a quantidade de bola cruzada na área sem que a defesa azul prevaleça. Bola na área do Cruzeiro, por baixo ou por cima, virou sinônimo de emoção forte.

Também já começa a aparecer o sinal amarelo para a boa fase do Everton. Não está bem para defender nem para apoiar. Assim, o momento é oportuno para o camisa 6 oficial, Egídio, assumir a titularidade da lateral esquerda, até mesmo para aproveitar esses últimos jogos de teste, lembrando que domingo que vem o jogo vai ser, guardadas as devidas proporções, um teste de fogo, uma vez que o América vem necessitando de uma vitória para se garantir no G4 do Estadual.

Sinceramente o momento da defesa preocupa, garantidos ali só o Fábio e o Ceará, ao meu ver, claro. Do meio para frente, temos um bom elenco, peças para alternar a titularidade com os que não estejam se sobressaindo como esperado. A esperança é que até a final do Estadual a defesa já esteja valendo uma “nota 7”. Como diria A.B.: “vamos aguardar”.

No mais, dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim