quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Um ano azul para você!

Prezados amigos,

Com o nascimento da Sampa Azul, 2009 foi um ano mais do que especial. Tenho certeza absoluta que ninguém deixará este ano da mesma forma que começou.

Eu, por exemplo, somei algumas dezenas de grandes amigos na minha vida e tenho certeza de que você deve ter somado alguns também.

Então, para vocês - amigos da Sampa Azul - deixo aqui os mais sinceros votos de alegria, felicidade, saúde e dinheiro. Só a "paz" que eu vou ficar devendo, pois espero que tenhamos muitas e muitas noites de nervosismo juntos, torcendo pelos títulos do Cruzeirão!

O Blog sairá de férias nos próximos dias, mas em janeiro, retomaremos nossas atividades com força total e com novidades.

Felicidades a todos!

Equipe da Sampa Azul

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Poucos e bons

A Festa de Fim de ano da Sampa Azul aconteceu em grande estilo na noite desta quarta-feira, dia 16 de dezembro.


Teve a chuva, o trânsito e o caos de uma "Sampa" megalomaníaca, porém com a alegria, a vibração e a amizade "Azul" que nos é costumeira.


É bem verdade que o público presente foi muito aquém do esperado, talvez fruto de um final de dia complicado na capital paulista. Mas, certamente, foi em um momento como este que algum sábio inventou o ditado: "Quantidade não é a mesma coisa que qualidade".


Os guerreiros que compareceram à festa aproveitaram o palco, o telão e a iluminação especial para se divertir muito. Muitas risadas e cantorias romperam o silêncio da vizinhança, tudo regado ao talento "semi-profissional" do Filipe na viola e do Geraldo no microfone.

(Aliás, alguém tira o microfone do Geraldo... rs)


Aos poucos, a festa se tornou um verdadeiro "Aovivokê". Dentre músicas conhecidas - e outras nem tanto - a galera chegou a compor novas letras que fariam sucesso em qualquer festa de cruzeirenses.


O hit da noite, a canção marcante da festa fim de ano, foi a espetacular: "E eu... (pa ra pá pá pá) Vou pra libertadores sem vocêeeee..."


Nos intervalos da cantoria, uma seleção de vídeos especiais davam o tom da festa. Brincadeiras com o rival se alternavam com imagens de grandes conquistas do Cruzeiro.


Hora de música realmente profissional


Para a sorte dos nossos ouvidos, a festa contou com o talento do excelente músico Mauro, que a convite do Izael, tocou durante horas para os amigos da Sampa Azul.


O também palestrino cantor soltou a voz e deu o toque final na festa que, a esta altura, já beirava a perfeição.


(Quem desejar contratar o talento do Mauro, ai vão os contatos: Tel. (11) 7666-9265 / email: maurobonagura@gmail.com).


Uma mensagem a Sampa Azul


A comemoração de ontem foi o fechamento de um ano muito especial para todos nós. Celebramos ontem a amizade que uniu esse povo durante todo o ano de 2009.


Mais do que um lugar para assistir aos jogos do nosso time de coração, ontem foi dia de celebrar a conquista de novos amigos. Pessoas que, independente de jogos ou do Cruzeiro, levaremos conosco nessa jornada maulca chamada que chamamos de vida.


Que em 2010, e muitos anos no futuro, tenhamos momentos e conquistas como esta para comemorar. E, se Deus permitir, que muitas destas festas venham acompanhadas de conquistas do nosso Cruzeiro.


O meu mais sincero agradecimento...


...a todos os amigos que compareceram para prestigiar a festa organizada com tanto carinho pelo Izael. Superaram a chuva, o stress e o trânsito desta cidade doida, tudo para estarem lá ontem. Um exemplo de comprometimento com nosso grupo.


Ao próprio Izael, pelo empenho e dedicação que ele sempre demonstrou conosco, abrindo as portas do seu estabelecimento para nos receber de forma tão acolhedora.


Ao Mauro, músico de primeira, que abrilhantou a festa com sua voz e violão. Simpático, talentoso, também palestrino e, depois de ontem, um pouco mais cruzeirense.


E, por fim, a todos os amigos que fizeram de 2009 um ano especial para a história do Cruzeiro. Um ano que fica marcado como o surgimento da primeira embaixada celeste em São Paulo: a Sampa Azul.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Vamos fechar 2009 com chave de ouro!

Para quem adora as festas de final de ano, a Sampa Azul vai dar mais um motivo para comemorar: 1ª Festa de Fim de Ano - Sampa Azul.

Na noite da próxima quarta-feira, dia 16 de dezembro, na sede da Sampa Azul, vamos reunir todos os amigos que ajudaram a formar a primeira embaixada do Cruzeiro na cidade de São Paulo.

Tragam amigos e familiares pois será um dia muito especial. Vamos relembrar o que aconteceu de melhor durante o ano.

Será uma festa maior do que em dia de jogos. Vamos enlouquecer os vizinhos do Izael... rs

Se possível, venham devidamente uniformizados com o manto celeste. Afinal de contas, não existe roupa melhor para a ocasião?

Festa de fim de ano Sampa Azul.
Tão bacana quanto depenar os adversários.

domingo, 6 de dezembro de 2009

O "TRI" da Libertadores...

Sim, amigos cruzeirenses. Podem comemorar pois a tão sonhada vaga na Libertadores 2010 é nossa!

O Cruzeiro entrou em campo hoje com dois desafios distintos. Vencer o Santos na Vila e contar com o tropeço de São Paulo ou Palmeiras para beliscar uma das vagas na Libertadores. E apesar de já ter revelado o final desta história logo no primeiro parágrafo, ler como isso aconteceu é tão emocionante quanto a vaga propriamente dita.

Logo nos primeiros minutos de jogo, o Cruzeiro abriu o placar com W. Paulista, em uma bomba no canto direito do gol do jovem goleiro Santista. Minutos depois, quase apliou o placar com um chute do mesmo camisa 9 celeste. Depois disso, o primeiro tempo acabou sem maiores emoções.

Quando o segundo tempo começou, o que se viu em campo foi um Santos mais agressivo e um Cruzeiro preocupado em se defender. Panorama que se intensificou com o gol do Botafogo sobre o Palmeiras.

Estávamos, enfim, dentro do G4 e com a mão na vaga para a Libertadores. Mas nada para o torcedor cruzeirense pode ser fácil ou sem sofrimento. E em um lance do pelo lado direito do Cruzeiro, Mádson faz falta em Jonathan, mas o juiz inverte a infração e pune o lateral do Cruzeiro com o segundo amarelo. Ficamos com um a menos.

O Adílson apostou em uma tática para segurar o resultado a qualquer custo. Colocou o time com 4 zagueiros para segurar a pressão. O que ele não esperava era que o Santos empatasse o jogo em uma falha de marcação dos 4 defensores celestes.

Mais uma vez, uma série de indagações tomavam conta da mente do torcedor estrelado. Será que deixaríamos a vaga espacar, mesmo com tudo conspirando a favor e o Botafogo vencendo o jogo? Será que merecemos mais este castigo em 2009?

Enquanto o Botafogo apliava o placar para 2x0 contra os porcinos, o Cruzeiro sofria para empatar o jogo, com um a menos e 4 zagueiros em campo. Foi então que Adílson deu a sua cartada final... Kléber, o polêmico gladiador do Cruzeiro, entraria em campo para tentar mudar o panorama da partida. Parecia estar escrito. Muitos do que assistiam o jogo comigo apostaram "e não é que o Kléber vai entrar e fazer o gol do Cruzeiro? Podem acreditar."

Dito e feito! No primeiro chute a gol que deu na partida, na sua volta ao Cruzeiro, o K30 desempatava a partida em favor do Cruzeiro. (Meu Deus, como o pessoal da Sampa Azul vibrou neste gol!)

Mais uma vez, a vaga estava em nossas mãos, e daí até o final da partida, suamos sangue. Principalmente nos 5 minuots finais de jogo, momento em que a torcida do Cruzeiro sempre fica apreensiva. Mas a cota de sofrimento em fim de jogos estava esgotada este ano, e após um ataque perigoso de Neimar que quase empatou a partida no último minuto, o juiz apitou o fim do jogo.

Vibramos muito, mas ainda era preciso agonizar com os minutos finais do jogo contra o Botafogo. E tome mais sofrimento! O juiz deu 4 minutos de acrescimos na partida, tempo suficiente para o Palmeiras descontar faltando 2. Não podia ser verdade. Mais sofrimento?! Depois de uma virada daquelas na Vila!?

Mas o destino não quis que o Palmeiras empatasse a partida e o jogo acabou 2x1 para o "Botazeiro", que teve direito a gol de Jóbson, futuro craque celeste... rs

E que ironia do destino... o Kléber fez o gol que classificou o Cruzeiro e eliminou o seu amado Palmeiras da Libertadores. Como o mundo gira, heim? Não poderia existir roteiro mais irônico.

Fim de Brasileirão, e o Cruzeiro conquistou o "TRI" da Libertadores. Não o campeonato como queríamos, mas pelo terceiro ano consecutivo, vamos disputar o torneio mais importante da América Latina. Fica a sensação de que podíamos ter conquistado mais, só que para quem viveu receio de cair para a segunda divisão, esta vaga foi de lavar a alma. Como é difícil e louvável esta conquista de hoje.

E cá entre nós... temos ainda um gostinho mais do que especial de ver a "galinhada" assistindo a mais uma vitória do Cruzeiro. Não só acabamos o campeonato na frente do time listrado, como ainda nos classificamos para a Liertadores.

Por isso, para esses torcedores do MST (Movimento dos Sem Time), fica o meu sorriso de time grande e vencedor. A única chance deles comemorarem algo é torcer para o Cruzeiro chegar em decisões para que tenham a "sorte" de algum adversário nos vencer, pois em BH e no Brasil todo, esta camisa listrada já virou motivo de chatota.

Parabéns ao time, ao Adílson Batista e especialmente a torcida celeste que foi um verdadeiro SHOW este ano. Ano que vem, vamos em busca do título que nos escapou este ano.

E não podia acabar esta mensagem de uma forma diferente, se não cantando com vocês a música que acordou todos os vizinhos da Sampa Azul...

"Vamos Cruzeiro querido de tradição,
Libertadores, ser Campeão!"