domingo, 25 de maio de 2014

Vitória de Gente Grande.


Cruzeiro e Inter são protagonistas de um duelo tão cheio de história que deveria ser obrigatório apresentação de um diploma de historiador no momento de se comprar um ingresso. Duelos marcantes na disputa pelo Brasileiro e confrontos históricos em Libertadores... Está no DNA deste duelo uma verdade: não existe jogo fácil.

O Brasileirão deste ano está disputadíssimo. Antes da partida, apenas 3 pontos separavam o 1º do 8º colocado. E, obrigado a passar por uma sequência ingrata de 2 jogos fora contra Inter e Corinthians, vencer hoje era tão difícil quanto providencial.

O primeiro tempo foi bem disputado e truncado. O Cruzeiro marcava muito, e o Inter pouco conseguia criar. De destaque mesmo, só um chute perigosíssimo do habilidoso D’Alessandro, de fora da área, que explodiu na quina da trave do Fábio.

Aos 38, porém, Diogo fez boa jogada pela direita e cruzou para área. Wellington apareceu para fazer 1x0 para o Inter.

Não houve nem tempo para sentir o golpe. Logo aos 43, naquele que podemos chamar verdadeiramente de ‘gol espírita’, Após cobrança de escanteio, o bate rebate acabou rendendo um cruzamento que tinha endereço certo: a linha de fundo. Ricardo Goulart acreditou no lance e – antes da saída da bola – cabeceou para atrás, na pequena área. A bola pegou um efeito quase mágico e, detonando toda e qualquer lei da física, fez uma curva e entrou no gol.

Após o empate por 1x1, M. Oliveira substituiu Dagoberto, que já estava amarelado, pelo William. E o camisa 25 incendiou a partida. Com uma apresentação quase perfeita no segundo tempo, o Cruzeiro anulou o Inter e passou a ser mais perigoso na partida.

Quanto a torcida colocara mais empurrava o time gaúcho, Everton Ribeiro deu um passe magnífico que encontrou William em penetração para fazer 2x1 Cruzeiro.

Na frente do placar, o Cruzeiro passou a se defender. O Inter pressionava, mas criou poucas chances. Até que aos 42 da etapa complementar, M. Moreno aproveitou o rebote do seu próprio chute para fazer um categórico 3x1 em um dos times mais fortes do campeonato.

Uma vitória de ‘6 pontos’, fora de casa e jogando como gente grande. É assim que gostamos de ver o nosso Cruzeiro.

Agora, teremos mais uma pedreira fora de casa. Porém, com o reforço da nossa torcida, especialmente com a galera da Sampa Azul que certamente vai levar todo o apoio do mundo para nosso Cruzeiro.

Parabéns ao time pelo excelente resultado de hoje. E para toda a galera que venceu o frio de São Paulo, torcendo conosco na Sampa Azul.

Vamos Cruzeiro!


O Brasileiro é guerra... e nós queremos o Tetra!

Nenhum comentário: