segunda-feira, 31 de maio de 2010

É uma atrás da outra..

Uma das coisas mais irritantes nestes 2 últimos anos de Cruzeiro têm sido as sondagens do Palmeiras em cima do Kléber.

Depois de fazer a pataquada de perder um jogador do potencial do gladiador por não comprá-lo no momento ideal, as investidas do Palmeiras para repatriar Kléber sempre foram constantes.

Confesso que em certo momento, cheguei a considerar até "vexatório" por parte do Palmeiras tamanha "mendigância" pelo Kléber, dada toda a história, tradição e o tamanho que a instituição tem. Para mim, era mais do que certo que a diretoria do Cruzeiro, também um clube grande, não atenderia aos caprichos do jogador e o venderia a preço de banana para um tradicional adversário.

Eis que, esta semana, cresceram novamente as evidências de que o Gladiador estaria sim vendido ao clube do Parque Antártica. Desta vez, o time alvi-verde conseguiu juntar uns trocados a mais para oferecer 3 milhões de euros (pouco mais de 6 milhões de reais) para levar um dos principais jogadores do elenco celeste. Agora, o adjetivo "vexatório" cabe mais ao nosso lado.

É claro e notório que o gladiador sempre desejou o seu retorno ao Parque Antártica. E eu até concordo que jogador "insatisfeito" deva mesmo seguir o seu rumo. Mas o que eu questiono é o momento e a forma com que isso tem acontecido.

Apesar dos pesares, Kléber sempre teve o carinho da torcida. Mesmo depois do episódio da rusga entre ele e a torcida (justamente por causa do Palmeiras), ele foi abraçado pela China Azul e conta com o carinho e apoio da grande maioria dos torcedores. Ou seja, sem essa de que o "clima" em BH e difícil para ele. E mais, se a vontade é o imperativo para transações assim, não vejo motivo algum para a elaboração de contratos.

Outro fator é que o Cruzeiro anda numa pindaíba danada. Foi-se o tempo em que nossa diretoria investia em projetos ousados e acreditava que bons jogadores poderiam somar ao elenco. E, neste novo modelo de gestão, me pergunto: "Quem virá para tampar o buraco deixado pela saída do Kléber?" Robert, ex Palmeiras… dispensado por tentar subir com mulheres na concentração do clube? O argentino Farias, jogador reserva do Porto? o recém contratado Kieza "dureza"?

Sinceramente, não sei o que esperar deste time para depois da Copa. Só torço para que tudo isso não passe de boato e que ainda possamos contar com o Kléber para o restante do brasileiro… embora, pelo que tenho ouvido, isso seja mais do que improvável.

E nesta toada, caminhamos para completar 7 anos sem conquistas significativas. Garotos de 7 anos ainda não tiveram o prazer de comemorar uma conquista importante com o clube… Que vergonha. Nunca vivi isso como torcedor do Cuzeiro. Não existem processos de estatização? Pois acho que estão "Atleticalizando" meu Cruzeiro.

Tomara que sejam só boatos, tomara que seja só uma fase de transição… Continuo tendo fé, me resta saber até quando.

Abram o olho diretoria! Não consigo acreditar que quem é tão capacitado e já fez tanto pelo Cruzeiro, deixe nosso time assim... a deriva.

Nenhum comentário: