domingo, 2 de novembro de 2014

Miojo?



Começa o jogo e gol do Cruzeiro. Começa a segunda frase e gol do Cruzeiro. Assim, com extrema velocidade e eficiência, o Cruzeiro abriu 2x0 ante o Botafogo com apenas 15 minutos de jogo. Dois gols lindos, aliás, sendo o primeiro uma bela jogada de Marquinhos, que teve direito a chapéu de calcanhar, matada no peito e arremate para as redes. O Segundo – quem diria – em uma cobrança fantástica de falta de Egídio! Isso mesmo, Egídio!

Em um primeiro tempo quase perfeito, o Cruzeiro jogou só.

Com 30 segundos de segundo tempo, quase o Botafogo diminui. Com 10 minutos, o Cruzeiro havia criado pelo menos 2 grandes chances e metido uma bola na trave.

Senhor da partida, meio que sem querer querendo o Cruzeiro relaxou. M. Oliveira, qua já havia poupado R. Goulart desde o início da partida, sacou do time J. Batista – que fez outra grande partida – e o E. Ribeiro.

Com isso, o Botafogo se animou e tentava ao menos descontar a fatura. Já aos 45, o zagueiro Leo tentou cortar um cruzamento e fez contra, dando uma emoção desnecessária ao final de um jogo que o Cruzeiro dominou amplamente.


Foi uma lição de casa bem feita, que só não foi ainda mais comemorada pois o São Paulo fez a sua tarefa fora, contra o Criciúma – próximo adversário celeste.

Mas tudo bem, temos que nos focar no nosso caminho e esquecer os demais. Somente o Cruzeiro depende dele mesmo para ser Campeão. Pois que assim seja.

Uma rodada a menos, mais um importante passo na luta pelo Tetra.

Parabéns Cruzeiro. Agora o foco volta para a C. do Brasil e para o dificílimo jogo contra o Santos. Nos resta torcer para que, pelo menos, parem de roubar o Cruzeiro e para que aquele segundo gol mal anulado não faça falta à Raposa.


Vamos Cruzeiro!

Nenhum comentário: