terça-feira, 4 de junho de 2013

AS FINAIS DO BRASILEIRÃO

Cada rodada de campeonato de pontos corridos é uma decisão. Sim, disso todos nós já sabemos e o nosso Cruzeiro foi o primeiro a descobrir o “segredo”, e logo no primeiro ano deste formato da disputa incorporou muito bem o espírito de decisão e ganhou pelo menos uma partida de todos os seus adversários. Só não ganhou do São Caetano, de quem obteve apenas um ponto logo na estréia daquele campeonato.

Dali já é possível entender o porquê de termos conquistado o caneco. Ganhamos muito e praticamente de todos. Lá em 2003 a equipe celeste soube valorar cada jogo do campeonato como se fosse uma final, e em alguns casos, uma finalíssima. Pois tenho como critério ser obrigação de qualquer aspirante ao título do Brasileirão ganhar pelo menos uma partida dos confrontos diretos, isto é: contra candidato ao título é dever de casas fazer 3 pontos. Se isso deu certo em 2003, porque não daria certo agora?

Então, Cruzeiro, amanhã e sábado teremos que começar a reescrever a história que nos levará ao título: seis pontos e vamos para Flórida fazer caixa e também a alegria de milhares de celestes que curtem o sonho americano. GO Cruzeiro, GOOOOLLLL!!!

Agora é esperar a hora do jogo e torcer por mais uma vitória do Maior de Minas. “Bora” para Sete Lagoas? Nada, nos encontramos no QG!

No mais, dá-lhe Cruzeiro e saudações celestes!

Álvaro Bomfim

2 comentários:

Roberson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberson disse...

Caro Álvaro,

precisamos urgentemente reencontrar o caminho das vitórias, os erros individuais estão comprometendo os resultados. Não podemos mais aceitar a desculpa da falta de entrosamento da equipe. Sempre defendi a contratação do Borges, porém este está devendo muito, é muita contusão e poucos gols. Diego Souza é habilidoso, porém muito preguiçoso para marcar, assim não dá.
Mas só nos resta acreditar e torcer !!