quarta-feira, 18 de abril de 2012

Aos trancos e barrancos.



Sabe quando você come muito, mas a refeição dá aquela indigestão danada? Pois é exatamente essa a sensação que este 4x1 do Cruzeiro sobre a Chapecoense causou hoje.

A goleada engana àqueles que não puderam assistir a partida e souberam do placar recheado de gols. Mas a verdade é que o time pela quarta vez consecutiva jogou absurdamente mal no primeiro tempo, vítima do maldito esquema de 3 atacantes que claramente não tem funcionado, mas o Mancini insiste em manter.

Com a vantagem de se classificar com 0x0, o Cruzeiro viu a Chapecoense sair na frente aos 32, em gol de Fabiano. E começou o desespero. Era ligação com chutões, um meio campo que inexistia e atacantes fora de suas posições. Acreditem, W. Paulista era um dos armadores do time em certo momento.

E, para nossa sorte, o time que não havia criado NADA em campo durante 30 minutos arrumou um gol aos 45 da primeira etapa, em cabeçada de Thiago Carvalho.

A apresentação tosca do Cruzeiro não foi o suficiente para V. Mancini mexer no time, que voltou com o mesmo esquema e com os mesmos jogadores para o segundo tempo. Resultado: o mesmo futebol ridículo em campo.

Quando V. Mancini sacou Marcos e Wallyson para colocar Elber e Roger, o time ganhou mais corpo, mais gente no meio campo, mais jogadas e, consequentemente, o jogo.

Os atacantes voltaram a ser atacantes, jogando na deles. Montillo apareceu mais no jogo e o Roger fez o que dele se esperava – organizou o meio campo. Não demorou para W. Paulista fazer o 2º em um chutaço de fora da área. Anselmo Ramón, em linda jogada individual, fazer o 3º. E, vejam vocês, mais uma vez W. Paulista para fazer um golaço, o quarto do Cruzeiro na partida.

E ficava comprovado assim – MAIS UMA VEZ – que o time que tem feito 70% dos seus gols no segundo tempo, quando joga com 4 jogadores no meio, funciona melhor no 4-4-2.

Talvez seja uma técnica do Mancini montar um time tão grotesco na escalação para parecer o Mestre dos Magos ao mudar qualquer coisa no time. Mas é bom que ele saiba que o Cruzeiro NÃO PODE ter um time tão mal montado, mal treinado e mal preparado.

Sorte dele que o Campeonato Mineiro se resume aos jogos da final e a Copa do Brasil tem muitos times pequenos. Assim ele arruma vitórias enganosas que escondem a verdade: o time precisa melhorar MUITO.

Acorda Mancini! Técnico sem prestígio tem que ser inteligente e parar de inventar moda. PARE com a manutenção do que está dando errado e faça o melhor para o time.

E assim vamos, aos trancos e barrancos, avançando em mais uma fase da Copa do Brasil.

Sabadão #tamojunto na final da Superliga de Vôlei, hein galera!

Vamos vamos, Cruzeiro!

Um comentário:

Ducamigo disse...

Concordo com a maior parte do que todos dizem. O nosso time está horrível e precisa de jogar no 4-4-2.

Apenas não concordo com o que vi a torcida fazer ontem em relação ao nosso lateral Marcos. O cara é o melhor lateral que temos e veio da nossa base. Todos os cruzamento certos do time é ele quem faz e o 1 gol do Cruzeiro saiu de um cruzamento dele. Ai a torcida pega no pé do cara porque ele fez um gol contra em um jogo onde o time todo estava perdido em campo.

Temos que analisar que as nossas laterais ja foram bem mais brilhante, mas hoje ao meu ver o melhor que temos é o Marcos. Ele pelo menos acerta os cruzamentos e assim temos uma opção a mais no ataque. Acho que ele pode defender melhor, mas se vaiarmos o cara perdemos os cruzamentos e ficamos apenas com o Diego Renan. Esse nem cruza, nem defende.

A situação é precária!!!