domingo, 2 de dezembro de 2012

E 2012 acabou.



Enfim, o brasileirão 2012 acabou. O ano de 2012 acabou. Mais um para ser esquecido em termos de elenco e resultados, porém para servir de lição de diversos aspectos.

No jogo de hoje, uma bela partida, diga-se de passagem, o time zebrado venceu o Cruzeiro por 3x2. Bernard, aos 4 minutos, abriu logo cedo o placar para o Atlético. Mas o Cruzeiro suportou bem a partida, tocou bem a bola e acabou empatando com Martinuccio aos 46 minutos. Neste meio tempo, houve tempo para uma bola na trave do Cruzeiro e um pênalti defendido pelo Fábio.

O bom jogo continuou emocionante no segundo tempo. Éverton virou o jogo para o Cruzeiro, mas Leonardo Silva e Marcelo Oliveira (contra) tornaram a virar a partida para o Atlético, com gols aos 14 e 29 minutos da etapa complementar, respectivamente.

Embora muitos torcedores estejam de cabeça quente pela derrota para o rival, eu não vou caçar culpados pela derrota de hoje. Foi um jogão, super emocionante, com chances para os dois lados, e inúmeras chances de gol perdida pelo Cruzeiro. Somando nosso ano conturbado, nosso elenco limitado e o fato de estarmos jogando fora de casa, apesar da derrota fica impossível não reconhecer o bom futebol do time.

Pessoalmente eu credito a expulsão do Tinga o fator importante para a derrota de hoje. Ele foi agredido, revidou e foi expulso junto com o Leandro Donizete, das cocotas. Ambas expulsões justas, mas o Tinga – pela experiência – era muito mais importante para o Cruzeiro que o jogador adversário para o time dele.

Enfim. A lamentar, somente a infelicidade da derrota, pois o jogo foi muito bacana de se ver e torcer. Parabéns para o Ex-campeão brasileiro de 2012 pela rara vitória. Eles tem mesmo muito o que comemorar, uma vez que o Mineirão está de volta... e ai, meu amigo, não tem pra ninguém.

Fica o registro aqui da presença maciça da torcida celeste na Sampa Azul. Parabéns pela presença e pela festa, galera. (As fotos eu posto amanhã, pois esqueci de pegar a câmera).

Vem ni mim, 2013:

Agora, nos resta torcer por um 2013 mais equilibrado, com um time mais forte e digno das tradições do Cruzeiro.

Que a nossa diretoria tenha aprendido que montar time com treinador medíocre e jogadores de 0800’, via DVD, não ajuda em NADA o Cruzeiro. Que, apesar da imprensa do Brasil todo vender o Montillo a cada dia para diversos times, a nossa diretoria tenha a sabedoria para entender que precisamos de grandes jogadores como ele no nosso elenco. E que se for para vender, que seja para se construir um BAITA time e para conseguir MUITO dinheiro. E que eles saibam que uma barca com refugos não vale a pena em comparação com um jogador comprovadamente bom e ídolo da torcida.


Não precisamos de muitos. Precisamos de BONS. Se for para contratar jogadores medíocres, sem experiência e rodagem, vamos investir na nossa base. Pois o amor a camisa ainda gera alguma superação. E no lugar de 6 ou 7 perebas, que tragam dois bons laterais, um grande zagueiro e um bom atacante.

Eu acredito do trabalho do Dr. Gilvan. 2012 foi o ano da faxina e da busca de equilíbrio. A partir de agora sim, nós podemos cobrar o nosso presidente. Até lá, vamos apoiar, torcer e fazer a diferença.

Aproveito para desejar a todos os Cruzeirenses e amigos um Feliz Natal e – principalmente – um ótimo 2013. A gente merece.

Abraços a todos e até o Churrascão de fim de Ano – SAMPA AZUL!

Nenhum comentário: