sábado, 28 de fevereiro de 2015

Líder, pra variar.


 

Quando comecei a ver o jogo, já estava 2x0 para o Cruzeiro (gols de Henrique e um contra, do Tupi). No lance seguinte, Judivan poderia ter feito o 3º, mas perdeu o gol. Depois disso o Cruzeiro assistiu o Tupi jogar e cozinhou o jogo até o final do primeiro tempo.

Tudo bem que não há como criticar um time B que começa o jogo com 2x0 no placar. Mas a ineficiência na marcação e a falta de mais toque de bola é algo a ser observado.

No segundo tempo, o mesmo time e a mesma postura. Até que entrou o joven Neílton – joagor que na minha humilde opinião – deveria estar no grupo da Libertadores. Logo no primeiro lance, ele participa da armação da jogada e se apresenta para receber e marcar o 3º da partida.

Não deu nem tempo de curtir a dupla Judivan e Neílton juntos em campo. Logo o MO sacou o Judivan e colocou o estreante Gabriel Xavier. Tudo bem... Campeonato Mineiro é para isso mesmo.

O Tupi parou de atacar com o mesmo volume, enquanto o Cruzeiro curtiu um jogo mais solto com a boa vantagem no placar até o fim da partida.

Bom jogo para aquecer o time para o importantíssimo duelo de terça-feira pela Libertadores.

Vamos Cruzeiro!

Nenhum comentário: