quinta-feira, 17 de julho de 2014

Ê saudades que eu estava sentindo!


Quando o assunto é Cruzeiro, a vitória é um termo que combina bem. Talvez por isso, o confronto de hoje já nos trazia um bom pressentimento. Cruzeiro e Vitória: tudo a ver.

Ruim mesmo ficou para o Vitória, time de futebol. Porque, além de matar a saudades do torcedor celeste no Mineirão, o Cruzeiro matou mesmo foi a equipe baiana.

O primeiro tempo foi um espetáculo que teve de quase tudo. Com um futebol envolvente e uma marcação eficiente, a Raposa fez tabelas, toques rápidos, jogadas de profundidade, teve chances de gol com chutes, com cabeceio, de bola parada e posse de bola de 72%... Só não teve gol.

Engraçado que, de tanto tentar, na etapa complementar foi o Vitória que fez o primeiro gol do Cruzeiro, aos 16, quando Alemão tentou cortar o cruzamento de Éverton Ribeiro e fez contra.

O Vitória, que antes só fazia se defender, teve que buscar jogo. E aí, amigo... é gol do Cruzeiro. Aos 27, Egídio salva bola que se perdia pela linha de fundo e cruza para a área. O oportunista e matador Ricardo Goulart aparece para fazer 2x0.

O 3º veio pouco depois, aos 30, em lançamento do mesmo Goulart que encontrou E. Ribeiro para fuzilar para o gol. Já no apagar das luzes, o Vitória diminuiu com gol de falta de Ayrton, deixando o placar final da partida em 3x1.

Ótimo resultado do Cruzeiro, especialmente pelo bom futebol apresentado em campo.

As coisas andam tão boas na Toca que – parafraseando meu amigo Duca – a zaga reserva é titular do Cruzeiro... rs Esse Manoel parece mesmo ser um monstro na defesa e o Leo está comendo a bola. Nosso meio brilhando com o Goulart artilheiro e boas investidas do E. Ribeiro.

Quem entrou um pouquinho devagar foi o Dagol, que está recuperando a forma física e tem crédito de sobra.


E toda a galera de Sampa, que aproveitou para matar a saudade do Cruzeiro, também matou saudades da Sampa Azul, com um ótimo público e muita cantoria e animação. Foi TOP... padrão Cruzeiro.

E assim seguimos líderes e fortes na busca do tetra.

Vamos Cruzeiro!


Nenhum comentário: