domingo, 9 de setembro de 2012

Não deu nem para iludir.




Mais uma vez o Cruzeiro jogou contra um adversário bem no fundo da tabela. E mais uma vez foi a mãezona dos desesperados. Aliás, não bastasse perder para um time tecnicamente ‘inferior’, ainda tiveram a ousadia de repetir o mesmo erro do último jogo contra o Botafogo: ter ac chance de matar a partida e bobear na frente do goleiro.

Existem coisas simplesmente inexplicáveis, como a insistência do Roth com o Sandro Silva. Chega a ser bizarro o desempenho do jogador em campo e podemos afirmar com certeza absoluta que não teve um jogo sequer que ele foi titular e o time jogou bem. No mais, todos foram péssimos, incluindo o Montillo que entrou em campo mas nada produziu.

O Cruzeiro insiste em ‘armar’ (se é que podemos chamar assim) suas jogadas com bolas chutadas para frente, no pior estilo rachão de várzea. E as falhas defensivas do time são dignas de serem gravadas e reapresentadas em horário nobre como se fosse uma reedição de “Os Trapalhões”. Pena que eles são mais trágicos do que engraçados.

O Fábio não segurou UMA bola. E nossa defesa perdeu TUDO o que disputou de cabeça contra o adversário, mesmo tendo um Rafael Donato com 1,95cm de altura na marcação.

Vergonha!

Wallyson fez um gol hoje, mas pouco produz, está lento, não dribla. Não vou ousar comentar o futebol do W. Paulista. E os erros de passe do Charles me faz questionar o que ele tem feito no meio da semana nos treinamentos.

Se a ‘defesa’ é o ponto forte do Roth, chegou a hora de ele rever os seus conceitos. Chegou a hora de seus ‘homens de confiança’ corresponderem em campo, ou ele baixar a cabeça e dar chances para quem mostra ter vontade e disposição para correr, pelo menos.
A derrota de hoje foi vergonhosa. Não pelo placar, mas pela falta de organização, pela falta de pontaria e de qualidade destes jogadores que vestem a camisa do Cruzeiro.

Agora é juntar os cacos e buscar a todo custo uma vitória contra o Figueirense, outro time na zona do rebaixamento, que joga em casa contra este santo dos desesperados chamado Cruzeiro.

Tá na hora destes jogadores terem um mínimo de vergonha na cara e mostrarem ser profissionais. Pois alguém que vive de futebol e veste a camisa do Cruzeiro não pode se desorientar desta forma quando toma um gol.

Ganhar quarta que vem é OBRIGAÇÃO, pois nos próximos jogos times mais ‘qualificados’ estarão em nosso caminho.

Vale a pena destacar que, apesar dos pesares, lá estávamos na Sampa Azul, em pleno feriadão, torcendo por este arremedo de Cruzeiro.

Vem ni mim, 45 pontos. E o resto que se exploda.

Vamos Cruzeiro!

Nenhum comentário: