quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Abre o olho, Vaticano!


Quando liguei a TV para ver o jogo, foi o exato momento em que o Cruzeiro empatou a partida com o Borges. Chego a agradecer que não ví o começo da partida.

Não tem desculpa. O Cruzeiro tomou 4 gols do time reserva do Santos, formado basicamente de garotos, que tinha o pior ataque da competição, em um estádio praticamente vazio. Tomou gols do Durval com seus 300 anos e do Bil. DO BIL!

E com isso ressuscitamos mais um morto do campeonato. Um costume tão corriqueiro que mais uma, o Vaticano ai beatificar o Cruzeiro.

O pior é saber que podia ser ainda pior.

Chover no molhado não é a minha. Mas tudo isso começou com o final de administração desastrosa do Perrela, a formação de um time tosco ano passado e a manutenção do Mancini este ano. Isso que vemos hoje faz parte do processo de recuperação.

Muitos já saíram e o Dr. Gilvan vem trabalhando duro. Trouxe reforços mesmo sem dinheiro algum, vem batalhando. Mas a coisa só vai ficar boa mesmo quando não tivermos mais tantos jogadores meia boca no time.

WP, Victorino, L. Guerreiro... Nem sei por onde começar.

Wallyson fez UMA partida boa e barrou o Fabinho que fez várias. O A. Ramom joga bem e o porra do WP que fica no banco. Esse porcaria atrapalha até mesmo quando não joga.

Enfim... vou fazer o que o time do Cruzeiro fez hoje. Dormir.

‘Vem ni mim’ 45 pontos.


Nenhum comentário: