domingo, 15 de julho de 2012

Preocupante...



Estréia do Borges, estádio lotado, o time do meio pra cima da tabela e um adversário que tradicionalmente tem problemas contra o Cruzeiro. Hoje o dia tinha tudo para ser de festa, mas foi o Grêmio quem ganhou a partida com um sonoro 3x1, em pleno Independência.

O Cruzeiro simplesmente não jogou. E, diferentemente das duas últimas partidas onde defendi o time que havia perdido, porém jogando bem, não há o que elogiar no Cruzeiro de hoje.

Hoje, pessoalmente, acho que o Roth fez péssimas escolhas para armar o time. Ao começar por colocar no ataque juntos W. Paulista e Borges, jogadores de características super parecidas. Depois, por ter colocado o fraquíssimo M. Oliveira no time.

Borges que jogou mal a partida de hoje sim, mas isso deve-se ao posicionamento que o Roth EXIGE de um dos seus homens de frente: ficar PLANTADO na área.
W. Paulista (que lutou bastante) caiu pelas pontas e só por isso apareceu mais no jogo.

Resultado, o time não conseguiu trocar mais de 3 passes. Tomou um gol e quando tomou o segundo, simplesmente desapareceu de campo. Ainda no final do primeiro tempo, o Grêmio ficou com um a menos.

Mesmo com o segundo tempo todo para jogar em vantagem numérica, o futebol do time continuou nulo, e foi o Grêmio quem ampliou para 3x0.

A torcida do Cruzeiro vaiou o time, gritou olé para o adversário e fez tudo aquilo que uma torcida revoltada, porém burra, pode fazer: prejudicou ainda mais o time.

No fim da partida, o Cruzeiro descontou de pênalti com W. Paulista. Muito pouco para quem sonhava com um brasileirão mais promissor. Nossa meta são mesmo os 45 pontos para fugir do rebaixamento e, depois, vemos o que podemos beliscar a mais

Que nossa torcida – que é igualmente chata e burra em sua maioria – saiba que este foi um dos poucos jogos que o Roth falhou. Ou seja, ele tem mais do que crédito. E que não peguem no pé do Borges por uma PRIMEIRA partida ruim, sem entrosamento e com um time nojento em campo.

3 jogos sem vencer e pontos preciosos perdidos em casa. Agora não adianta chorar. Nos resta trabalhar e corrigir nossas falhas.

Quarta que vem é contra a Portuguesa no Canindé. Hora pra torcida de Sampa mostrar que pode fazer a diferença para brigarmos por algo melhor.

Vamos Cruzeiro. Ainda há muito campeonato pela frente.

Um comentário:

Anônimo disse...

Exato! Nas outras duas derrotas o time jogou bem, mas ontem foi uma lástima... Na boa, sou a favor da volta do 4-5-1, Fábio, Ceará, DOIS ZAGUEIROS (são todos iguais), Gilson, Sandro Silva, Arias (tem que jogar para ver colé!), Tinga, Montillo, Souza e Borges. Canindé quarta garrado! A bandeira está com quem? Sds celestes, Bomfim