quinta-feira, 10 de maio de 2012

De grande, só a camisa.



Estou tentando buscar palavras para descrever este momento do Cruzeiro, mas tudo o que me vem a cabeça são palavrões. Isso, além de um sentimento profundo de desgosto e vergonha.

Quem pensou que 2011 foi um ano difícil não perde por esperar o terrorismo que nos espera neste restante de 2012. Temos um time muito, mas muito pior do que aquela aberração que vestiu a camisa do Cruzeiro no ano passado.

Depois da Libertadores de 2009, tudo o que a antiga diretoria do Cruzeiro fez foi esmigalhar nosso elenco. Foi vender nossos poucos bons valores, deixar escapar os mínimos diferenciais que tínhamos. Até que não sobrou nada... ou quase nada.

O Dr. Gilvan, coitado... herdou essa conta maldita e segurou o Montillo. Pegou o time com o penico na mão e vem lutando, a duras penas, para fazer algo melhor. Por isso – apesar dos pesares – não há como cobrar ou responsabilizá-lo por nada. Ele ainda merece e conta com o meu apoio. Ao nosso atual presidente só atribuo dois erros. A manutenção do Mancini e do Dimas Fonseca, logo no começo do ano.

Manter o Mancini todo este tempo foi um baita erro. Trazê-lo já foi incrivelmente errado, mas mantê-lo mesmo depois de uma pré-temporada tosca, um campeonato mineiro ridículo e SETE (oito, contando com hoje) jogos saindo perdendo.

Deste mal, nos livramos. Assim como também nos livramos do lenga-lenga do Dimas, que nos rendeu incríveis reforços como Jackson USA, via DVD (pasmem), Fábio Lopes – o foguete japonês - Marcelo (baixa a cabeça e corre) Oliveira, entre outros. O Alexandre Mattos mal chegou e já trouxe o Alex Silva e o Sousa.

E pensar que, não faz muito tempo, tivemos um meio de campo com Ramires, Charles em boa fase e Fabrício. Hoje temos Marcelo Oliveira e Leandro Guerreiro. L-e-a-n-d-r-o  G-u-e-r-r-e-i-r-o é TITULAR do meu time. E, acreditem, este não é um blog do Botafogo! (se fosse, pelo menos veria uma bandeirinha gostosa quando fossemos no estádio para ver, porque futebol...).

Esses dois, fora outros tantos meia canja que vestem a camisa estrelada como Wellington Paulista, Anselmo Ramom, Diego Renam... É muito jogador abaixo da média para um time só. E os poucos que pensam agem como o Roger que, com 89 anos de experiência no futebol, reincide em expulsões de jogos importantes por motivos babacas.

Diego Renam e Everton são toscos. O Everton ainda é esforçado e em um time minimamente arrumado, pode compor elenco. O Diego Renam deve urgentemente ser emprestado. Entre outras coisas mais que sequer vou comentar.

Agora, nos resta torcer para que nossa diretoria entenda a grandeza do Cruzeiro e não me venha com nomes ridículos para o comando do time. Entendam que um time do porte do Cruzeiro precisa – é pré-requisito – ter um treinador experiente e com história. Nada de apostas de treinadores oriundos de times minúsculos e/ou medianos.

Isso, é claro, além de jogadores descentes. CHEGA de apostas e jogadores de DVD. O nosso time está inflado com jogadores ridículos que sequer jogam, como Bobô, Arias (o craque que nunca jogou), Fábio Lopes e outros tantos... Queremos jogadores de verdade!

Sobre o jogo, nada a declarar. Afinal de contas, perdemos 4 PARTIDAS SEGUIDAS para times de SEGUNDA divisão. Mais um record do Mancini.

Sobre o futuro, prefiro deixar pensamentos positivos. Afinal de contas, em breve jogaremos em BH novamente. Teremos a volta de Montillo, Rudnei (que mostrou ter um mínimo de habilidade), Charles. Temos Souza e Alex Silva como primeiros bons reforços e, possivelmente, outros bons nomes devem chegar.

Tomara que tenhamos dias melhores pois, do jeito que está, o projeto Segundona pode acontecer ainda no primeiro turno do Brasileirão.

Quero o Cruzeiro que aprendi a amar de volta. Tomara que nossa diretoria seja capaz de resgatá-lo.

Vamos Cruzeiro!

Um comentário:

Ducamigo disse...

Concordo com muitas coisas que falou Edu e acho que agora é a chance de o Gilvan mostrar que não é torcedor apenas...Ele tem que mostrar que é Presidente do Cruzeiro e contratar alguém que faça uma renovação no espirito desse time...Algum técnico que não aceite esse ataque horrível que temos e que coloque as coisas no lugar...Sinto falta daquele Cruzeiro que toca a bola de forma consciente e que faz nossos olhos brilharem...Da torcida cantando para embalar o time e assim nos tornarmos campeões novamente...A chance é agora!!!