sábado, 9 de julho de 2011

Apáticos.


A escalada do Cruzeiro foi interrompida na noite deste sábado no estádio do Morumbi. Jogando de forma apática, o time perde novamente para tradicional algoz.

O Jogo.

O Cruzeiro até que se mostrava melhor posicionado em campo. Tanto que aos 19, teve a melhor chance de gol com Thiago ribeiro, em uma cabeçada cara a cara com o gol, que teve um arremate tosco. Mas bastou o time do São Paulo abrir o placar para as velhas falhas do time virem a tona.

Depois do gol de Dagoberto aos 20 do primeiro tempo, o time não teve a movimentação e a determinação necessárias para buscar o empate. Em campo, um solitário Montillo buscava jogo, enquanto seus companheiros – em especial de ataque – não tinham a mesma ousadia em campo.

A esperança de ver uma melhor sorte com o segundo tempo veio logo abaixo quando o time, aos 50 segundos da etapa complementar, tomou um gol em uma falha coletiva e grotesca de nossa defesa.

Ver o jogo do estádio dá uma visão totalmente diferente da partida. De lá, ficou claro que o Vítor tem que comer muito arroz com feijão para jogar com a camisa do Cruzeiro, bem como fica visível que o time depende MUITO do Montillo para criar algo.

Aliás, coitado do Montillo. Ele bem que tentou, mas não é todo jogo que dá para carregar o time nas costas.

A bola continuou a rolar e era visível que o time carecia de reforços. Joel demorou a mexer para colocar o Róger, tão pedido pela torcida. Ele entrou no lugar do Vítor. Pouco depois, Thiago Ribeiro saiu vaiado de campo para a entrada de Ortigoza. E logo no primeiro lance do paraguaio, ele enfiou uma bola na medida para Wallyson desencantar.

O Cruzeiro passou a pressionar pelo empate, e despertou para a partida. A essa altura não sabíamos mais se ficávamos esperançosos ou nervosos por ver que o time tinha futebol para buscar uma sorte melhor no jogo... Mas não tinha disposição.

Embora tenha pressionado e a torcida empurrado, o final foi mesmo 2x1 para o algoz azul e branco. Agora é recuperar os pontos perdidos nas próximas partidas.

Com esse time, sem laterais e sem atacantes de peso, é o que dá para fazer.

Pelo menos a torcida fez bonito.


Vale a pena destacar aqui também que a torcida fez a parte dela e compareceu em ótimo número ao Morumbi. A Sampa Azul estava lá com bandeirão e tudo mais.

E dia 24 tem mais no Pacaembú. Mas antes tem o Bahia e temos que vencer.

Vamos vamos Cruzeiro!

Nenhum comentário: