domingo, 19 de setembro de 2010

Se meu apito falasse...

Em um dos jogos mais importantes da rodada, o Cruzeiro enfrentou o Botafogo no Engenhão. Respectivamente 3º e 4º lugares na tabela, os times fizeram uma boa partida, ofuscada por 2 erros de arbitragem que interferiram diretamente no resultado da partida.

O jogo.

O Cruzeiro estava em busca da "mega-sena" de vitórias consecutivas, enquanto o Botafogo buscava se recuperar da traulitada diante do Goiás no meio de semana. Na escalação celeste, Cuca havia armado o time com Montillo e Roger, deixando o time ofensivo e criativo. O problema estava em outra escalação…

O árbitro Heber Roberto Lopes, além de sua careca lustrosa e uma barriguinha pra lá de saliente, ostenta uma marca infeliz: não existe um jogo do Cruzeiro que ele apite e a gente não seja prejudicado. Hoje foi em dose dupla.

Com a bola rolando, Cruzeiro e Botafogo se estudavam. Mas logo aos 4 minutos, a equipe carioca abriu o placar com Alessandro, que recebeu um cruzamento de Cajá, cortou Edcarlos e Diego Renan, chutando uma bola que ainda quicou no montinho artilheiro antes de entrar no gol de Fábio. Botafogo 1x0.

Mas a equipe do Cruzeiro tem se mosntrado muito equilibrada e dificilmente se abala com a desvantagem no placar. O time estrelado tratou de ir para cima do Bota. E assustou com diversos chutes perigosos que se reverteram em uma sequência de uns 5 escanteios, pelo menos.

O time carioca se defendia bem, e sempre levava vantagem nas bolas aéreas. Mas aos 21, em boa jogada pela esquerda, Diego Renan pega uma bola no "quique" próximo a linha de fundo, cruzando na medida para Farías fazer o gol de empate celeste.

Talvez dotado de uma supervisão tão super que nenhum mortal, ou mesmo câmera de TV sejam capazes, Heber Roberto que estava sem ângulo e longe do lance, anulou o gol do Cruzeiro alegando que a bola tinha saído pela linha de fundo.

Mesmo com esta "garfada", o time seguiu superior e martelando, mas o primeiro tempo acabou mesmo 1x0 para o time carioca.

Sorteio na Sampa Azul.

Muita gente compareceu para esta partida em nosso QG. E o nosso "show do intervalo", que tradicionalmente tem a foto da partida, desta vez teve mais uma atração: um sorteio de brinde.

Graças a uma iniciativa do nosso amigo Leo, realizamos o sorteio de um abridor de lata que tocava o Hino celeste. O sorteio foi feito pelo anfitrião da casa e dono do Minas Tutu, o Izael. Com o número "5503", quem levou o brinde para casa foi o amigo "Duca". Parabéns para ele! Em breve teremos mais ações como esta na Sampa Azul.

Já na volta para o segundo tempo.

O Cruzeiro não contava mais com Farício desde o final do primeiro tempo, que havia deixado a partida com um "piriri" estomacal. Em seu lugar entrou o Fabinho.

O jogo continuou animado. Logo no início, boa defesa de Fábio em escanteio para o Botafogo. Em seguida a resposta celeste, com Thiago Ribeiro. Era um bom jogo no Engenhão, com o Cruzeiro melhor e o Botafogo também bem postado sabendo se defender. 1x0 no placar não era justo.

Mas aos 10 da etapa complementar, Diego Renan avançou dentro da área e foi derrubado dentro da área. Pênalti cobrado com perfeição pelo Montillo e colocando ordem no placar. 1x1.

O jogo se abriu, mas o Cruzeiro ainda era mais incisivo e organizado em suas investidas. Até que aos 26, o craque Montillo (que a cada jogo vem jogando mais), da uma arrancada incrível com a bola, passa por um punhado de jogadores botafoguenses na mais pura raça e talento, e chuta no cantinho para fazer 2x1 Cruzeiro. Um golaço dígno de placa.

Uma explosão de alegria tomou conta da Sampa Azul, enquanto o jogo pegava fogo. Por um momento havíamos esquecido do juiz e das suas faltas sem critério. Mas Heber fez logo questão de não passar desapercebido.

Aos 29, em jogada de Maicossuel interceptada pelo Diego Renan FORA da área, Heber Robeto tratou de utilizar a sua visão além do alcance novamente e marcou pênalti para o Botafogo. Na cobrança, Fábio quase defendeu a bola batida pelo Louco Abreu, mas o empate foi consumado.

O jogo continuou movimentado. Para quem estava "de fora" assistindo ao jogo sem torcer para nenhuma das equipes, deve ter sido divertidíssimo.

Mais para o final da partida, Cuca sacou Thiago Ribeiro e colocou mais um zagueiro, o Gil. Os times continuaram trocando investidas, mas agora com uma leve superioridade do time carioca. Até porque, os jogadores celestes já estavam fisicamente acabados.

O final foi mesmo Botafogo e Heber Roberto 2 x 2 Cruzeiro. Resultado este que, fora de casa e contra um adversário direto, não pode ser considerado ruim. Mas que certamente pelo desempenho do árbitro, foi injusto. Com isso, mantivemos a 3ª colocação na tabela, a frente do próprio Botafogo.

Agora, é reunir mais uma vez este povão da Sampa Azul para, na próxima quarta feira, arrancarmos mais 3 pontos na unha contra o Ceará, na Arena do Jacaré.

Vamos Cruzeiro!

3 comentários:

Duca disse...

Obrigado ao Leo e ao Isael pelo premio e pelo bom fim de tarde no sábado...Só não foi melhor porque o arbitro não deixou mesmo...Mas como estamos acostumados a jogar contra o juiz a anos, vamos levar esse caneco também...

Valews!!!

Leila Duca disse...

Ahhhh... que isso pow!! Tem sorteio bem no dia que eu não vou!!! Ahh.. falta de sorte é pouco pra mim! hahaha...

E o Duca que ganhou?! Ah.. marmelada ein! hahaha... quero saber quem que auditou esse sorteio! ahahaha... brincadeiraaaa!!

Muito boa a iniciativa! E P-A-R-A-B-É-N-S Bernardoo (vulgo Duca) rs!!

Anônimo disse...

É isso, meus iguais. Amanhã pode ter novo sorteio, hein! Se preparem! Rsrsrsrs. Abs, Leonardo Campos