quinta-feira, 29 de abril de 2010

A vaga está "logo alí"…

Em noite inspirada, Thiago Ribeiro faz 3 gols, assume a artilharia da Libertadores e faz o Cruzeiro largar na frente na disputa pela vaga nas quartas de final da competição Cotninental.

O Jogo:

O jogo começou disputado, com o time uruguaio adiantando a marcação e dificultando um pouco a vida do Cruzeiro. Chegaram até a criar uma certa pressão. Só que os pouco mais de 32 mil torcedores que enfrentaram um jogo que começou as 19h (um péssimo horário) não chegaram a se preocupar muito pois, logo aos sete minutos, em uma bobeada do zagueiro uruguaio Coates, Thiago Ribeiro desviou a bola de leve, colocando a pelota entre as penas do goleiro e abrindo o placar para o time mineiro.

Depois do primeiro gol, o Cruzeiro entrou no eixo, e passou a dominar as ações da partida. Com um time bem disposto em campo e uma boa movimentação, a equipe estrelada fazia uma boa partida contra o Nacional. Até que aos 23 minutos, o time foi premiado com o segundo gol, fruto de um belo cruzamento feito pelo Fabricio que encontrou o endiabrado Thiago Ribeiro para concluir a jogada de cabeça.

Com a desvantagem no placar, o Nacional bem que tentou sair um pouco mais para o jogo. Mas em um belo contrataque, Henrique passa por 2 marcadores e enfia a bola para quem? Thiago Ribeiro, o artilheiro da noite marcar o 3º dele e do Cruzeiro na partida.

Cochilo castigado:

Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro logo tratou de mostrar que queria mais. Nos primeiros lances, a equipe foi inisiva e levou perigo a área do Nacional. Empolgação que durou pouco pois, logo em segida, Fábio fez um milagre defendendo um chute a queima roupa do atacante uruguaio Vera.

O time estava com Elicarlos no lugar do Fabrício (machucado) e isso mudou um pouco a postura do time. Apesar do susto, o Cruzeiro não se organizou e na jogada seguinte, Regueiro não perdoou a segunda falha celeste e diminuiu a vantagem.

Com o gol, o Nacional ganhou confiança e foi para cima, mas aos poucos o time celeste colocou os nervos no lugar e retomou as ações da partida. Guerrón entrou no lugar de Gilberto, e o Cruzeiro partiu para cima.

Apesar do volume maior de jogo e das constantes investidas, o time não conseguiu furar o bloqueio uruguaio e o jogo acabou nos 3x1 em favor da equipe mineira.

Pelo futebol do primeiro tempo, a expectativa era de uma goleada no segundo tempo. Mas a mágica da Libertadores é justamente esta: nada é fácil.

Em bom "mineirês", podemos dizer que este placar coloca a vaga do Cruzeiro "logo alí". Resta saber se o time vai concretizar a vantagem na segunda partida no Uruguai, no acanhado estádio do Nacional.

Nada é fácil para gente. Mas vai ser assim, como no ano passado, com um passinho de cada vez, que a gente vai ganhar todas as batalhas.

E para continuar na luta, a disposição e a energia positiva da Sampa Azul é fundamental. Hoje, a galera lotou nossa sede apesar do pésimo horario das 19h e do caos da cidade de São Paulo. (Veja as fotos de hoje na galeria da Sampa Azul).

Quarta que vem tem mais… E a mesma energia que empurrou o nosso time hoje estará presente quarta que vem para buscarmos a vaga.

Rumo ai TRI! Avante Cruzeiro!

2 comentários:

Raposa Azul disse...

Thiago Ribeiro e os outros 10 Guerreiros fizeram uma grande partida, e ficaram perto da próxima fase da libertadores.

O Cruzeiro calou o técnico do time uruguaio, mostrou a tradição e o peso da camisa celeste. RUMO AO TRI

blograposaazul.blogspot.com

saudações celeste

Leandro disse...

O bar vai transmitir o jogo de volta??
Parece que o Sportv somente irá transmitir o jogo para o Estado de Minas e para Santos, mas é possível ver o jogo se tiverem uma Sky com um cartão habilitado com endereço em MG (ou em Santos).

Até!

Leandro