quarta-feira, 31 de março de 2010

Transbordando futebol!

Impecável! Assim foi a apresentação do Cruzeiro diante do Vélez no Mineirão.

Eu também poderia classificar como grandiosa, espetacular, vistosa ou mesmo empolgante a vitória azul na noite de hoje, mas impecável é sob medida.

Foi uma noite de gala para o futebol celeste e o ator principal deste espetáculo foi Thiago Ribeiro, que "estraçaiou" a partida com jogadas de habilidade, um golaço e 2 assistencias para Kléber. Atuação digna de um Óscar.

O leitor do Blog da Sampa Azul sabe que mesmo diantes de vitórias acachapantes, como nos 7x0 sobre o Potosí, ou mesmo na goleada sobre o Colo-Colo, eu desci a lenha em falhas e na postura do time. Hoje não, tenho a obrigação de vir aqui e elogiar - um a um - todos os jogadores que entraram em campo hoje.

Não existiu bola perdida, não existiu jogada disperdiçada. O time praticou do primeiro ao último minuto um futebol vistoso, solidário, de muita raça. O Cruzeiro marcou forte quando preciso, e atacou com sabedoria e velocidade. Em determinado momento, cheguei a pensar estar assistindo a um jogo de Dirceu Lopes, Tostão e Piazza… Que maravilha.

O Jogo.

O Cruzeiro mandou na partida desde o primeiro minuto. O rítimo incessante e a pressão dos minutos iniciais, desta vez, não teve fim. O Cruzeiro martelou o gol argentino com freqüência, insistiu, e aos 32 minutos foi premiado com um golaço de Thiago Ribeiro, que driblou 3 jogadores do Vélez e chutou com violência no canto do goleito Montoya. Cruzeiro 1x0.

E cabia mais, não fosse uma defesaça do goleiro argentino em uma bomba a queima roupa de Jonatham, já no final do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Vélez voltou marcando o Cruzeiro com pressão. Mas o time estrelado estava impossível. E logo aos 3 do segundo tempo tratou de carimbar mais um gol, desta vez com Kléber, que recebeu uma excelente cruzamento de Thiago Ribeiro.

E que partida fez o Kléber hoje! Lutou, voltou para buscar o jogo, driblou, humilhou o adversário com jogadas desconcertantes e só não foi o melhor em campo porque o Thiago Ribeiro não deixou.

5 minutos depois, um atabelinha teleguiada do ataque celeste. Toque na esquerda, bola para Thiago Ribeiro, uma enfiada de bola milimétrica e mais um gol de Kléber. Uma pintura. 3x0.

Gilberto e Thiago Ribeiro saíram para dar lugar a Fabrício e W. Paulista. Mas a pegada continuou a mesmíssima. Lá pelo final do jogo, o Vélez ainda teve um jogador expulso.

O Cruzeiro cozinhou o jogo até o apito final. Melhor que os 3x0 no placar foi o futebol mostrado por este time, o que só vem a comprovar que nossas cobranças eram corretas. Esse time tem futebol de sobra para buscar este caneco.

Hoje, todo mundo que foi a Sampa Azul voltou para casa feliz. Mais uma vez, assistimos a um futebol que nos faz sentir orgulho de ser Cruzeirense. Parabéns ao time e aos guerreiros que compareceram hoje. Uma noite simplesmente espetacular.


Colaboração da Sampa Azul.

Quem foi o nome do jogo? Thiago Ribeiro. Agora, quem foi o mascote que entrou em campo com o Thiago, passando para ele toda a sorte e bons flúidos para que ele fizesse a melhor partida com a camisa do Cruzeiro?

JOÃO RAPOSÃO! Isso mesmo, o mascote da Sampa Azul entrou em campo ao lado do Thiago Ribeiro neste jogão. Foi tanta eneria positiva que já estamos estudando uma proposta do Cruzeiro pelo garoto.

Parabéns João. Deixamos aqui um registro orgulhoso deste dia especial. É como cantamos por aqui… ÃO ÃO ÃO, O JOÃO É RAPOZÃO!


Gols da Partida.

Um comentário:

Geraldo Henrique disse...

Simplesmente sensacional o jogo de ontem!!
Todo o time (até os zagueiros. e o drible do Gil??? hehe!!) fizeram uma excelente partida, com o espírito de libertadores, como sempre deve ser.
Parabéns ao time, à comissão técnica e à Torcida.
Essa união faz a força celeste!

Tomara que continue assim para chegarmos ao TRI.

Vamo q vamo!