quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sorín Eterno.

Foto: globo.com

O dia 4 de novembro de 2009 ficará marcado como a última partida de um dos maiores ídolos da história do Cruzeiro: Juan Pablo Sorín.

Embora este blog já tenha registrado nossa gratidão por toda dedicação que o craque mostrou com nossa camisa, vale a pena repetir mais uma vez: Obrigado Sorín!

Mais de 40 mil pessoas foram prestigiar este momento histórico. O jogo em sí foi morno, amistoso, valeu muito mais pela festa. Sorín começou o jogo com a camisa do Cruzeiro, jogou alguns minutos pelo Argentino Jrs. e acabou a partida com a camisa celeste.

Apesar da grande torcida, a vitória do Cruzeiro por 2x1 não teve um gol do argentino. Mas este é apenas um pequeno detalhe na história deste fantástico jogador.

Sorte de uma torcida ter alguém tão especial para chamar de ídolo. Sorte dos mais novos que tiveram a chance de ver um ídolo de verdade jogar pelo nosso time. Sorte de BH, que passa a ser a casa de Sorín, um exemplo de profissional e símbolo da raça cruzeirense.

Sorín eterno. Deixou o campo para fazer parte de nossas páginas heróicas imortais!

3 comentários:

Geraldo Henrique disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Geraldo Henrique disse...

Fico feliz em ter o prazer de vê-lo jogar e de ter presenciado no estádio um momento histórico em 2002 na final da Sul-Minas.
Gracias Sorín!

Lui Barros disse...

Esse vai deixar saudades!