sábado, 17 de outubro de 2009

Faz de conta que…

Este brasileiro está tão equilibrado que 2 jogos podem colocar um time na disputa pelo campeonato, ou jogá-lo na fuga do rebaixamento. Há algumas semanas figurávamos entre as equipes na parte de baixo da tabela. Hoje, nos damos ao luxo de sonhar com algo mais. Como o futebol é dinâmico.

Ninguém vive de "SE". Mas as perguntas não param de martelar a cabeça dos torcedores do Cruzeiro. E se tivessemos ganho a Libertadores? E se não tivessemos jogado tantas partidas com um time misto? E se não tivessem roubado tão discaradamente o Cruzeiro contra os times de São Paulo? E se tivessemos segurado os gols que tomamos no último segundo contra Vitória e Avaí?

Como eu disse, nenhuma destas perguntas muda a situação do campeonato, mas nos faz refletir. Ouso pensar que estaríamos brigando - com sobras - pelo título brasileiro.

O garfo inimigo.
Jogos contra os times de São Paulo so duress. Jogamos contra os bons times paulistas e contra uma arbitragem tendenciosa. Sim amigos, fomos discaradamente garfados.

Tomamos gol de bola que não entrou contra o Palmeiras, gol com falta do Washington em cima do zagueiro celeste no primeiro confronto com o São Paulo, perdemos com um pênalti inexistente e uma consequente expulsão do Leo Silva contra o Corinthians, outra arbitragem escandalosa no jogo contra o Palmeiras em BH… O negócio estava tão descarado que acabaram atenuando as coisas contra o pobre Barueri. Mas não adianta compensar o incompensável.

As bobeadas.
Contra Vitória e Avaí tomamos gol no último minuto de jogo. Só ai se foram 4 pontos garantidos. Isso sem contar outras bobeadas como contra Botafogo e Fluminense que, apesar da tradição das camisas, não possuem elencos do tamanho da história destes clubes. Eram jogos em que o Cruzeiro tinha a obrigação de vencer. Isso sem falar no jogo contra o Atlérico-PR, um verdadeiro jogo de ataque contra defesa que perdemos com um gol de falta.

Os jogos com times mistos.
Tudo bem, estávamos na Libertadores e apostamos todas nossas fichas nesta competição. Mas perdemos, e fica impossível não pensar nos pontos perdidos no Mineirão contrao Barueri, Atlético MG e outros…

Somando por baixo, acho que o Cruzeiro perdeu uns 10 pontos de pura bobeira, soma essa que nos colocaria na ponta da tabela. Mas nada a lamentar.

Todos os times perderam pontos de bobeira e chorar pelo leite derramado não nos levará a nada. O que precisa ser feito está sendo feito pelo time. Já somos a melhor campanha do returno e passo a passo, chegaremos na ponta da taleba.

Por isso, amigos, vamos que vamos "pras cabeça", como se diz aqui em São Paulo… rs Contra tudo e contra todos, somos Cruzeiro para o que der e vier.

Nenhum comentário: